RESENHA CRAZY FEELINGS E INNAMORATA DE O BOTICÁRIO - KIT SUCESSOS NATAL 2014

Perfumes marcam pessoas e experiências. São as vestimentas da "alma" e silenciosamente te acompanham em cada momento. Quando soube que O Boticário relançaria alguns clássicos descontinuados também neste Natal de 2014 (como faz em outras datas comemorativas todos os anos) fiquei na expectativa.  Queria sentir Crazy Feelings e Innamorata novamente. Eram o meu cheiro na adolescência e primeiros anos da juventude. De quê lembraria? Estariam iguais? Estas eram algumas das expectativas.

Não foi fácil e rápido encontrá-los aqui em Florianópolis, mas..
. (tem no site para venda) aqui estão Crazy Feelings e Innamorata de O Boticário, no kit Sucessos para o Natal 2014. Frascos com 50 ml ao preço de R$59,90.

BLOG SOBRE PERFUMES
Kit O Boticário Natal 2014


Mantiveram o mesmo frasco ânfora e as cores vermelho escuro para Crazy Feelings e rosados para o Innamorata.


Nostálgica, fui primeiro no Innamorata. Há aproximadamente 25 anos, quando muitos de vocês sequer eram nascidos, usei muitos frascos desta fragrância. Naquela época achava-a forte e quase invasivo, mas era o perfume que eu usava em noites de festa. Laquê no cabelo, ombreiras largas, botões dourados e cabelo com corte camaleão. Devo a ele meu respeito pelos perfumes florais clássicos, foi o meu primeiro.

Agora, milhares de perfumes ainda mais fortes depois... Innamorata me soa menina que continua querendo ser mulher.

Assim que Innamorata é derramado sobre a pele voltamos necessariamente aos anos 70/80. De Anaïs Anaïs ele toma emprestado a saída floral atalcada de narcisos, lírios e íris; de Amarige as flores brancas jasmim e tuberosa em seu coração. Com a evolução, concordo com a Lili de que surge algo do Boucheron. Vejo que o aspecto de frutas doces secas os unem. Conheço apenas o Boucheron Edp (super denso) e a semelhança aparece depois que este já está com 5 horas de evolução. Depois de 40 minutos, Innamorata perde o dulçor frutado e torna a ficar floral vintage.

Parafraseando Heráclito, não me perfumo com o mesmo perfume duas vezes. Ele me soa diferente, mais leve atualmente, talvez por eu ter conhecido suas inspirações em concentrações mais veementes... mas ainda assim é uma Colônia para as amantes dos Clássicos. Mais leve, com menor projeção, mas boa fixação.


Notas de Innamorata de O Boticário, criado por volta de 1988:
Saída: flores brancas, camomila, narciso e notas frutadas
Coração: jasmim, lírio do vale, lírio, tuberosa
Fundo: sândalo e almíscar. 
BLOG SOBRE PERFUMES
Innamorata e os perfumes que lhe são fontes inspiradoras: Anais Anais, Amarige e Boucheron Eau de Parfum




Crazy Feelings... era o perfume rebelde da época. Lembro-me de senti-lo e arregalar os olhos e sorrir sapecamente. Como se usa isto? Era ainda mais forte que o Innamorata, mas não me fazia sentir mais mulherão, mas sim "moderna" e cheia de atitude. Usava nas festinhas e quando minha banda ia tocar.

Crazy Feelings é fortemente inspirado no Dune da Dior.. muito mesmo. Naquela época não conhecia este salgadinho diorano.

Ambos têm aquele cheiro salgado de maresia e quase posso senti-la na pele, no nariz e na boca. Cominho. A especiaria? Sim! Sexy e que junto ao almíscar lembram cheiro de pele limpa, mas já suadinha. Para piorar (no bom sentido) a situação, o coração ainda tem outra flor historicamente considerada afrodisíaca: ylang-ylang, que dá uma orientalizada e traz uma senação cremosa e doce ao longo da evolução. Crazy Feelings tem mais ylang-ylang que o próprio Dune da Dior. Dune tem mais notas verdes e ardidas. Crazy Feelings é mais cremoso e doce. Sinto canela quente sobre a colônia boticariana também. Depois de 40 minutos sobre a pele CF perde o aspecto doce, mantém as flores e especiarias e ganha ares enfumçados e incensados que creio serem de sândalo. Mais seco e compartilhável.

A marca não divulgou, mas sinto claramente as seguintes notas em Crazy Feelings:
Água salgada, Maresia, Cominho, Almíscar, Ylang Ylang, Canela, Sândalo.

Esta colônia, ao meu olfato, em nada mudou. Continua com ótima projeção, fixação e qualidade nas essências e estruturação da composição. Voltei no tempo e me senti a jovenzinha de outrora. Deliciosas reminiscências!


PERFUMES PARECIDOS
Crazy Feelings e sua principal inspiração: Dune da Dior


Todo ano, praticamente, O Boticário relança um Clássico. Em 2014 foram estes dois nestas mimosas ânforas, que juntaram-se à outras que por aqui já viviam.  




Mas fica o pedido:

O Boticário: não levem 1 ano para nos fazer viver as deliciosas memórias vinculadas aos perfumes. Lancem em miniaturas os clássicos e, conforme as vendas, quem sabe possam trazê-los em frascos grandes? Ou ainda: por que não fazer o Innamorata Eau de Toilette ou Eau de Parfum? Que tal manter Crazy Feelings colônia mesmo? Está tão bom! Obrigada por este retorno, pelas memórias reavivadas...

Fiquei satisfeita ... e vocês, querid@s, o que acharam do Oriental Especiado Crazy Feelings e do Floral vintage Innamorata?

Abraços perfumados

Obs.: uma leitora avisou na fanpage que no site ainda está disponível para venda: Loja O Boticário

23 comentários :

  1. Lindíssima resenha....aguardava ansiosa tuas impressões!

    Sabe que eu não me lembrava mais deles? Quando na época estava no alvoroço das vendas, eu já um pouquinho mais velha que tu, rsrs.....estava sempre apertada de dinheiro e deixava passar o enlace da compra. Lembro-me de muito querer....e não poder, rsrs.

    O Innamorata me levou ao meu amado Anais Anais e ao extraordinário (afrodisíaco como diz o meu esposo) Amarige. Não me atentei ao Boucheron que está em minha lista futura de compras, gostei de saber.

    Agora o Crazy.....cheirei, fechei meus olhos e senti a paixão invadir meu coração.....diferente???? Muito diferente dos que eu tenho, só sei que ele realmente fez meu coração pulsar de alegria pela compra.....e o desejo de comprar mais uma caixinha, com receio de nunca mais ver essa dupla para vender......tenho que me conter, rsrs.

    Sempre um prazer ler tuas resenhas, elas falam exatamente o que sinto em meu coração, somente não sei expressar poeticamente como tu.....mérito totalmente teu.

    Um beijo e saboreie bem teus pequetitos, lembranças sempre são boas para nosso coração, ainda mais quando elas vêem com momentos especiais de nossas vidas.

    Malú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada querida Malú! Essa possibilidade de voltar ao tempo através dos perfumes me é fascinante... estava curiosa para sentir o que estas fragrâncais me fariam lembrar.

      Lembro-me de qdo vc comentou sobre ter lembrado do Anais, a saída deles têm flores em comum mesmo ;). Na minha lembrança o uqe mais tinha ficado era o coração do Amarige no Innamorata. A Lili acha que ele é puro Boucheron, mas como só tenho o Edp, encontrei semelhança apenas de leve na parte frutada doce do fundo....e só quando o Boucheron já está quase secando... talvez a versão edt seja mais parecida, talvez ....

      Crazy é oriental sexy. Poder define. Bem parecido com o Dune, irmãozinho mesmo!

      bjoks Lôra...e que tenhas sempre bons momentos perfumados.

      Excluir
  2. Oi querida!!! Saudades, quanta saudades da minha adolescência, usava o Innamorata e me sentia romântica, uma quase mulher, já o Crazy não consegui, achei que era demais para mim kkkk, lembro que vendi para meu chefe que usava e ficava másculo nele, coisas de perfume . Vou com certeza buscar o meu Kit.. dar uma cafungada no passado! Beijos ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amei tua frase.... "dar uma cafungada no passado!" Bem isso.
      Obrigada, Jane! bjs

      Excluir
  3. Delicia de resenha Damaris....mas por incrivel que pareca aqui na cidade onde moro(cubatao) ja nao se acha mais esses classicos e olha que eu cheguei a loja as 10:00 da manha....insatisfeito me define.....abracos perfumados. Adriano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem no site do boticário, loja online, anforas!

      Excluir
    2. Adriano... como outro leitor disse: o site de O Boticário ainda está vendendo!! Obrigada pelo carinho

      Excluir
    3. Infelizmente, não está mais a venda no site!!
      Pode ser que eles coloquem novamente. Vamos torcer para isso!!!

      Excluir
    4. Adriano e meninas, algumas lojas aqui no Rio ainda têm o kit!!! :)

      Consegui comprar o meu hoje, no Botafogo Praia Shopping!

      Excluir
  4. Olá minha querida,
    Que post delicioso, viajei no tempo. :)
    Bem se aí no Brasil está difícil de achar, aqui em Portugal é que não chega mesmo.
    Legal o Boti ter tido esta idéia, tenho saudades do Zíngara, marcou demais minha história. O Crazy é p/ mim inesquecivel marcou momentos de dor e tb de felicidade na minha vida. A primeira vez que vim a Portugal era o Crazy q eu trazia na mala. Que saudades, ah se eu pudesse voltar no tempo.
    Então fica aqui o pedido ao Boti, relance os perfumes antigos...e nao esqueça do Zíngara ...ahhh e se possivel mandem para Portugal...rss Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa.....tem horas que gostaria que as marcas lessem o que vocês escrevem, Kátia. Tuas memórias do Crazy mereciam uma atenção do Boticário :(
      bjs de cá.

      Excluir
  5. Oi Dâmaris,
    Comentei no outro post que na volta de Innamorata havia reencontrado meu cheiro, mas "meu cheiro" retornou tão diluído, tão aguado!! fiquei um pouco decepcionada por isso, mas ao mesmo tempo contente por ter a oportunidade de sentí-lo novamente.
    Minha impressão de Innamorata, era parecida com a sua, achava-o forte e um pouco invasivo também e como na adolescência não sabemos o que é parcimônia, por vezes, exagerava na dose e ele acabava me enjoando!! Mas sempre foi a minha fragrância preferida!!

    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lizzy, sim....lembro-me de tuas palavras. FIcamos magoadas quando alguém mexe em nossas memórias, não é? Como tu "perdoei" o Boticário... foi bom sentir novamente, ainda que de maneira suavizada, os cheiros de outrora.

      bjs

      Excluir
  6. Lindo post, querida. Adorei sua descrição do visual anos 80, era EXATAMENTE isso que descreveu, rs... (a surpresa foi a banda).
    Nessa época perfume era um pouco inacessível para mim, confesso....Boticário era relativamente caro (o que dizer então dos importados..) "Rapaz usar perfume feminino"?? Never...(Colônia Rastro "era o máximo"). O gatilho começou com um vidrinho de Fahrenheit que uma tia abastada trouxe de presente de uma de suas frequentes viagens aos EUA....Enfim, tudo isso para dizer que nunca provei e nem tive curiosidade pelos dois. "Não tinha".."mas agora"....rs. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs os cabelos eram tão volumosos que nos faziam crescer pelo menos 10 cm! rsrs Sim! Esta tua amiga fez curso clássico de piano, mas na adolescência deu uma escorregada para o rock e tocou em banda que animava encontro e retiros de jovens! Bons tempos.

      Ah, querido, tive excelentes amigas que a cada aniversário me presenteavam com perfumes boticarianos. Elas me sustentaram na arte, sem saber o benefício que proporcionavam. Um menino já usando Fahrenheit? Aí está o nascedouro de tuas paixões mais intensas? Será?
      Leva teu narizinho para passear no Botica, leva... te surpreenderás com o Crazy Feelings. Depois me conta, please.

      abraços perfumados

      Excluir
  7. Você tinha banda, Dâmaris? Você realmente é cheia de surpresas. rsrsrsrsrs...
    Confesso que eu não usava nenhuma das duas fragrâncias, mas a sentia em outras pessoas.
    Família, amigas da escola, etc. Sempre tinha alguém que usava ou uma ou outra.
    Acho que quis sentir esse cheirinho do passado quando comprei o kit (e senti mesmo!), mas ainda não consegui usar e portanto não sei se combinam comigo.
    Considero Innamorata e Crazy Feelings um pouco fortes para o calor que se aproxima. Quando o clima ficar ameno de novo, testarei com mas atenção.
    Pra variar adorei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Rô... vida intensa sempre! :) Vale à pena sondar estes perfumes. Eles dialogam com clássicos importantes da perfumaria. Obrigada pelo carinho.
      Bjs

      Excluir
  8. Ai Damaris que vontade de correr ao Boticário agora! Para garantir minhas ânforas, que descrições lindas você fez, amo de paixão o Crazy e ainda tenho em casa metade de um frasco, nunca fui fã do Inamoratta em minha opinião falta ou precisa tirar alguma nota ali para ficar redondinho. Sempre achei que ele fosse a irmã adolescente do Malitzia, nossa aquele sim era a perfeição, muita saudade daquele cheiro incrível.
    Beijos
    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de terem diluído o Innamorata foi possível viajar no tempo, Luciana... obrigada pelo carinho da leitura . bjs

      Excluir
  9. Innamorata: eu estou tão confusa...Eu usei muito o Innamorata. Em termos de quantidade, ele e o Annete foram os que mais tive. Sempre tinha um de cada. E, como adolescente, era muito mais fácil pra mim não gostar de um perfume meio senhoril do que gostar, certo? Ocorre que eu acho que o Innamorata mudou um pouquinho do que era nso anos 80. Falo daquele primeiro lá, daquele período. Lembro dele doce, floral doce e intenso como o Malitzia citado acima pela Luciana e sempre festejado por mim ( Luciana, o Malitzia é Giorgio beverly Hill. Corre e garanta um pra vc que vale a pena!). Era isso que eu lembrava, doce, sem arestas, redondo, capaz de agradar adolescentes.
    Bom, como eu disse, eu ainda tenho um Innamorata antigo e está com o aroma intacto. Eu nunca o uso. Quando chegou o do kit eu comparei um em cada pulso. Antes disto eu provei o do do kit e já de cara percebi que, apesar do aroma ser o mesmo, está não aguado, mas aguadíssimo!! Muito fraco, tanto que mal dura na pele. O antigo não, está normal,é mais denso, intenso, dura mais, enfim...
    Ocorre que ao usá-los, ambos, eu percebi no Innamorata algo que eu nunca havia percebido, que é o fato de ele ter um estilo chypre. Ele possui aquela nota "azeda" das rosas do Idylle e acho que talvez esse seja o ponto que não agrade a todo mundo e com certeza é o ponto que me surpreendeu porque não me recordo desta faceta nele nos anos 80.
    Claro que é arriscado trabalhar só com a memória mas lendo sua resenha eu fiquei pensando com meus botões sobre 2 coisas. Uma que eu já tinha percebido e sempre toco no assunto: que o Boticário, apesar de basear seus perfumes em algum importado X, mistura influências. Ele definitivamente não usa uma só inspiração pra algumas fragrâncias ( e essa foi a maior dificuldade em me fazer bater o martelo sobre qual perfume inspirou o Exubèrance. Hoje eu tenho essa resposta, que em breve figurará no blog).
    A outra indagação foi..." A Dâmaris deve estar doida...". Como assim? Relacionar o floral adocicado e potente do Innamorata com o Anaïs anaïs, que foi base para outro perfume do Boticário, o Annete ( embora eu tenha relutado em aceitar isto, visto ter sido o primeiro Annete infinitamente melhor que o próprio Cacharel).
    Bom, o fato é que quando senti o Innamorata do kit, e depois no meu próprio mesmo, eu reconheci exatamente o Anaïs anaïs e olha, fiquei pasma com essa sua sacada perspicaz! Gente...tem Anaïs anaïs ali sim!!! Que loucura....aquelas flores brancas e dissonanantes do Anaïs anaïs atual, reformulado. Sim...o aspecto azedo deles...
    Logo ao senti-lo eu pude recordar de vários perfumes datados do estilo que conheci ao longo desses anos e fiquei na dúvida qual era o que mais me lembrava deste aroma...Pensei no Guy Laroche Fidji, no Loris Azarro Oh la la e até num perfume francês desconhecido aqui no Brasil ,que tenho, o Terre du sud, que tem essa faceta chypre que me deixa entre o amor e o ódio.
    Eu não sei se gostei do Innamorata como eu gostava mas a certeza que tenho, independente disto, é que adorei tê-los, ambos os perfumes do kit. Enfim...
    Falta agora usar pulso-pulso com o Boucheron porque este, quando uso, recorda-me de imediato, a ponto de "eu voltar" para os anos 80, o Innamorata daquela época.
    Já Amarige ...não, nem num sonho distante. Amarige é tão peculiar!! Flores também muito doces mas aveludadas por um não sei quê que lhe confere um caráter único, bem específico. Eu gosto do Amarige original e até hoje a maioria das cópias dele foram ruins porque ele é assim...Tão lindo mas necessita de matérias-primas das boas senão vai de perfume gostoso a perfume pentelho e brega ( Outspoken e L´arc en ciel que o digam kkkk).
    De todo modo foi ótimo ler sua visão sobre o assunto, como sempre.
    bjus
    Li

    ResponderExcluir
  10. Não sei se meu comentário entrou todo...tive que dividir em dois...mas essa era a primeira parte, rsrs

    Oi Dâmaris. Sofri em meio a correria deste final de ano mas consegui meu kit. Bom, eu doida pra provar, ainda não tive tempo de analisar com o devido cuidado mas já provei e tenho uma opinião. Li sua resenha antes de tê-los em mãos, inclusive, o que me despertou mais curiosidade.

    Sobre o Crazy Feelings: Eu nunca dei a devida importância a essa fragrância. Realmente eu não a conhecia. Com certeza já havia sentido em alguma incursão ao Boticário mas não lembrava. Só ouvia o pessoal falando que parecia o Dune. Ocorre que esse Dior, quando conheci, e por mais algumas vezes, um fenômeno odiento ocorreu: eu não consegui sentir aroma nenhum nele. Olha que tentei...mas o Dune pra mim era ( e ainda é) um perfume sem cheiro. Obviamente que preciso re-experimentá-lo mas é assim que ele é pra mim...Olha que tristeza!
    Então, o Crazy foi uma surpresa...Logo que abri já senti o estilo inconfundível, o aroma picante de pimenta ( branca?). O primeiro perfume que me veio à mente foi o Kingdom ( McQueen), claro, guardadas as devidas proporções. Ele é super intenso, atalcado, intoxicante, floral com uma tuberosa bem destacada e cheio de pimenta. Flerta com o masculino e me lembra até o 212 man.
    Bom, eu não sabia se eu estava amando ou enjoando porque a evolução é boa demais mas do nada eu tive que lavá-lo da pele. Não deu por enquanto. No fim, eu guardei a caixinha, horrorizada, lembrando-me de algo que transita entre a força brutal do Maroussia ( que acho lindo) e o empesteado cafajeste do Rumba Passion. Foi chocante.

    ResponderExcluir
  11. Amei a sua resenha. Você traduziu exatamente o que eu senti quando abri o meu kit. Fiquei até com lágrimas nos olhos quando senti, depois de muitos anos, o delicioso Innamorata. Cheirinho de juventude, de lembranças boas.
    Eu tive a sorte de conseguir comprar pelo site do Boticário, porque agora não está mais a venda online. Comprei na hora certa, pois nas lojas também está muito difícil de encontrar!

    Abraços
    Cristiane

    ResponderExcluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover