Chanel cuidando dos sentidos, Coco Mademoiselle Intense para o outono inverno 2018

11 comentários :
Na manhã deste 6 de março eu queria estar em Paris, mais precisamente - no Grand Palais.

Chanel mais uma vez mostrou porque sobrevive há décadas encantando pessoas e induzindo outras marcas a fazerem o mesmo.. Karl Lagerfeld ambientou o interior do palácio com tons, texturas, cheiros, formas outonais. Criou a sua floresta. Painéis imensos representavam a natureza delimitando um amplo espaço com árvores transplantadas, folhas e musgos como um farto tapete afofando o caminhar dos convidados e modelos.

Cenário Desfile Chanel - outono inverno 2018

Cenário Desfile Chanel - outono inverno 2018
Como mimo aos participantes: Coco Mademoiselle Intense, reforçando o mito de que perfumes criam a atmosfera e $u$tentam coleções. 
Frasco do novo perfume Coco Mademoiselle Intense

Entrada de Karl Lagerfeld no desfile outono inverno - Chanel 2018


  • Perfumista: Olivier Polge 
  • Família: oriental amadeirado 
  • Notas: frutas cítricas como laranja, bergamota e limão. Rosa, jasmim, frutas não identificadas e a base que já conhecemos do Coco Mademoiselle: patchouli, fava tonka, baunilha, ládano e almíscar.

E por aqui continuo sonhando com os perfumes deste cenário.
Parabéns, Chanel - encantadora como sempre.

PERFUMES COM CHEIRO DA FLOR DE LARANJEIRA

4 comentários :
Amo flores brancas, e por mais que procure sondar os motivos, acabo sempre encontrando reminiscências infantis... as flores de laranjeira embranquecendo o quintal de casa, os jasmins ao meio dia rescendo próximo à janela do quarto da vó Maria, e o que dizer da dama das noites tropicais?

Doces e inebriantes, graças à inteligência humana estes cheiros deliciosos podem ser compostos com outras tantas notas e transformados em perfumes.

Cheiro da flor de laranjeira, também conhecido como neroli em homenagem à uma nobre italiana do séc. XVII, é o tema de hoje.

Perfumes preferidos, curiosidades... vamos conversar sobre?




5 motivos por que dou importância ao olfato

Um comentário :
Por mais que sonde meu coração, há razões que ainda não vieram à tona. Dentre tudo que já pude esclarecer, destaco cinco motivos pelos quais aprecio perfumes - e não estou falando só das produções artísticas engarrafadas, falo também dos cheiros de pessoas, cidades, livros, aqueles que estão por aí exalando com ou sem a nossa percepção.
Rosa vermelha, do jardim da casa paterna.


1. Invisível protetor.
E apesar disso, quando dispara algum sinal de atenção ou perigo, o corpo inteiro é sacudido em movimentos de repulsa e fuga. Como um anjo ele está ali bem a tua frente e ao menor sinal de perigo, rapidamente percorre todas as reentrâncias do nariz até o cérebro e alerta parar, fugir ou enfrentar. Sério que você nunca falou "Isso não está me cheirando bem, não tá muito certo isso aí..."


2. Não exige palavreado.
Esse cheiro é amargo. Aquele é doce. Este é verde. Aquele é macio. Hum, que cheiro cremoso.
E este anjo dianteiro, quando se apresenta e ganha a nossa atenção, ainda tem que nos ouvir falar sacando adjetivos dos outros sentidos, percebem? Pegamos emprestado da visão, do tato, do paladar e nestes anos todos de língua portuguesa ainda não inventamos verbetes próprios para descrevê-lo. 😊

3. Inesquecível pela própria natureza.
Ao aspirarmos uma fragrância ela é capaz de embrenhar-se pelas dobrinhas cerebrais e ir destravando memórias de ontem, anteontem e quem sabe mais. Cada gotícula nariz adentro, desperta algo que é só teu reascendo lembranças trancafiadas à sete anos, senão mais. Ainda que esteja em outro cangote, suscitará em ti o que é teu. 💙

4. É único, ainda que popular.
Nos une ao grupo dos que usam o perfume Y ou Z, mas mescla-se ao maior órgão do corpo humano enaltecendo a singularidade da criação divina. De todos, por todos para uma experiência própria. Funde-se aos odores e texturas do teu corpo em uma obra de arte que se transmuta em cada um, e a cada hora. 

5. Empodera.
Não considerado como deve, ainda assim, quando usado, reveste o ser com uma envolvência que empodera, encoraja, veste. Lá no manual dos conselhos de todo amigo e amiga sempre tem algo como "Sai dessa, levanta dessa cama bota uma roupa passa um perfume e vai."  

Cheirinho de banho, perfume de sabonete, roupa limpa... os bons cheiros revigoram a alma, põe o corpo em movimento e contribuem para o seguir em frente apesar de tantos senões.

Conte-me, quais são os seus 1, 2...5, 6... motivos pelos quais dás importância ao olfato?

Estou por aqui também:

Instagram
Facebook
Youtube







RESENHA PERFUME TERRE DE LUMIÉRE - L`OCCITANE

Nenhum comentário :
Apresentado como sendo o primeiro perfume gourmand aromático da marca, Terre de Lumiére - Eau de Parfum é uma homenagem às mais belas horas do dia. Conscientemente ou não, fotografamos com frequência o nascer e o pôr-do-sol. Se tens alguma dúvida quanto a isso, dê uma olhada em sua time line. Quantos dos seus amigos e amigas postam fotos destes dois momentos do dia?

A resenha de hoje é sobre este perfume que conta história... Vamos lá?

 Perfumistas responsáveis: Calice Becker

Shyamala Maisondieu



 Nadège Le Garlandezec




Atendendo a pedidos - perfume no YouTube

4 comentários :
Querid@s

nesta manhã preguiçosa de um domingo de carnaval, venho compartilhar que esta que vos escreve atenderá a um pedido recorrente: falar sobre perfume no Youtube. Pode parecer simples ligar um celular e sair falando, mas este ato requer algumas habilidades que, penso, ainda estou desenvolvendo. Pensando sob esta perspectiva - de que ainda vai melhorar - crio coragem para fazer o primeiro vídeo sobre o tema.😊

Sei que o apoio de vocês será fundamental comentando e trazendo sugestões para os próximos vídeos.

O primeiro é uma homenagem ao principal perfumista da atualidade, o Sr. Jean-Claude Ellena



Resenha do livro "Diário de um Perfumista - um ano na vida do principal criador de fragrâncias da França". Editora Record. Comprei aqui: https://goo.gl/X8BXUo


 Veja também: 


Tempo...

18 comentários :
3 anos e 2 meses.
Esporadicamente voltava para moderar os comentários e a cada incursão - o carinho manifesto em palavras como "sinto falta", "tenho saudades", "tuas palavras" e muitas perguntas.

Um vínculo criado que pediu por retorno. Cá estou.
Estaremos os mesmos? Creio que não, mas juntos descobriremos como estamos e sobre o que queremos conversar. Perfumes? Certamente. Outros assuntos? Também, pode ser assim?

Sem pressa, sem afobação, pelo prazer de conversar.
Cá estou, de volta à nossa vila, à nossa prosa

Com carinho,
Dâmaris.



Bons dias

20 comentários :
Queridas e queridos leitores do VB,

obrigada pelas visitas diárias, pelas palavras bem escritas, pela aprendizagem que vocês me proporcionam... escrevo rápidas palavras para formalizar algo que talvez já tenham percebido: precisarei tirar umas férias do blog. Não estou conseguindo resenhar, fotografar, escrever, publicar...  :( Gosto de produzir meus textos com profundidade e detalhe - e não consigo mais. Cadê o tempo? Sumiu!

Recebam, então, meu abraço de boas festas, bom fim de ano a vocês, que tenham dias e dias perfumados com alegrias e muitas bençãos.

Com carinho para sempre.



A COLEÇÃO DE PERFUMES DA DAIANA

11 comentários :
Querid@s, hoje é quarta, mas... tem coleção de perfumes! ;) Na próxima postagem explicarei o motivo, sim? Vamos dar uma cafungada nos perfumes e na história da Daiana? Mais uma vez obrigada, Dai, por compartilhar tua história, teus cheirosos e tua escrita <3. bjs

Vem comigo:



Meu amor pelos perfumes começou beeem cedo, antes dos 7 anos. Na época, eu não tinha nenhum para chamar de meu, afinal, eu ainda era uma criança e meus pais não tinham condições de presentear os 5 filhos com perfumes, então eu tinha que usar os da minha mãe. Lembro-me que eu pegava escondido, escalava o guarda-roupa, colocava uma cadeira para alcançar o fundo das roupas e de lá, tirar o clássico Charisma. Isso mesmo gente, o primeiro perfume que usei foi o Charisma, Toque de amor e companhia limitada. Minha mãe adorava esses perfuminhos, que eram potentes e baratinhos. Já na adolescência, eu pegava emprestado os perfumes das visitas, guardava uns 5 mls em frasquinhos vazios de mirra (eu lavava e reservava para guardar frações de perfumes dos outros), também guardava o dinheiro do lanche durante alguns meses para comprar perfumes, a saber, o Floratta in Gold e o Quasar feminino (extinto querido, lembrava o baiser volé edt), ambos do boticário. Eu amava ir cheirosa para a escola, ME SENTIA. 

"Perfume of Roses", 1902 ~ by Charles Courtney Curran (1861-1942)
Depois que mudei da casa dos meus pais para a capital, parei de usar perfume, pois eu dividia uma casa com várias meninas e elas viviam usando o restinho dos perfumes que eu tinha trazido: o Floratta in Rose e o Amor América, da natura. Como não tinha dinheiro sobrando para comprar outro e pouco usar, já que elas usavam mais do que eu (eram em maior número), resolvi, por 2 anos, usar somente águas de banho, da natura mesmo, pois era barato e vinham em frascos gigantes. Algum tempo depois, quando eu já estava bem instalada e melhor adaptada na capital, ganhei o Amor Amor e o Ralph da minha prima, e a partir daí descobri o que era perfume importado e por aí começou meu vício. Lembro-me que quando ganhei esses, pensei: “nossa, tem qualidade, mas não era tudo aquilo que eu tinha imaginado acerca de um perfume importado”, foi então que comecei a busca do perfume ideal, e olha, foram muitos comprados, trocados, vendidos, até chegar à coleção atual. Obviamente, adquiri perfumes quando eu comecei a ganhar meu dindin, então cada 1 mês ou 2 eu comprava perfume, as vezes eu extrapolava, mas sempre dava um jeito de ter aquele perfume dos sonhos. Penso que comprar um perfume desejado é um tipo de felicidade que está ao nosso alcance, portanto, não importo em gastar com aquilo que me deixa feliz.
Também sou de fases, já teve épocas em que eu só usava perfumes marcantes, tipo Angel, Hypnotic Poison ( e flankers), Ange ou Démon, mas ultimamente estou na fase dos florais frescos, os quais me transmitem um sensação de limpeza, frescor e elegância.
Amo perfume doces, desde que sejam bem gourmands, que não cocem meu nariz e não me provoquem enxaquecas e náuseas.
Amo meus perfumes, mas se o amor acaba, não tenho medo de desapegar, pois detesto vê-los encostados, prefiro que encontrem um novo lar.
Já comprei vários perfumes no escuro, alguns não me adaptei, como o Mitsouko Edp, e outros me surpreenderam como o Féerie edp. Quando compro e não gosto, troco e, tenho feito excelentes negociações lá no fragra, com pessoas muito bacanas.
Já fiz várias trocas, alguns perfumes como o Chloé edp, por exemplo, troquei e me arrependi de não ter dado outra chance a ele; a sorte, por uma ironia do destino, tive outra oportunidade de tê-lo novamente e, no momento, não largo mais, gosto de usá-lo durante o dia, quando quero ser beeem discreta, porém perfumada, já que seu irmão gêmeo da Mahogany é mais APARECIDO e não dá para usar em qualquer ocasião. O Make me Fever Gold é um escândalo em termos de qualidade, projeção e fixação, é o tipo perfume TOP.
No momento, estou apaixonada por todos os perfumes da minha coleção, mas sempre tem aqueles que estão no topo, não é mesmo? Dentre eles, destaco:

Os meus top 8 variam de acordo com a estação e estado de espírito, o importante é que todos ocupam um lugar especial no meu coração.

Os perfumes favoritos da Daiana

1- L de Lolita, o meu perfume da vida! Amo essa baunilha com laranja amarga. Tenho 2 frascos dele, um de 50 e um de 80ml;
2- Black Orchid, minha trufa, achocolatada, meu perfume “divo”;
3- Couture! Moschino, muito amor por esse cítrico quente, abaunilhado, dá vontade de beber;
4- Lolita Lempicka Midnight , meu perfume de fadas místicas, muito mistério e encanto;
5- Baiser Volé Edt, meu talo de flor favorito, verde que te quero verde! ; 
6- La vie est Belle, porque a vida é realmente bela, o gourmand mais chique desse mundo.
7- La petite Robe Noire, Guerlain né, gente! Sem palavras para essa cereja atalcada;
8- Jimmy Choo edp, uma orquídea doce, misteriosa, exibida, mas confortante.



Um abraço a todos vcs! Obrigada pela “bisoiada””







Pin It button on image hover