MESA REDONDA: TERIA SIDO BOM SABER

A conversa de hoje na Mesa Redonda dos Perfume Bloggers brasileiros começou com uma pergunta, do Dênis, que me fez viajar no tempo. 


Minha vida sempre foi perfumada, mas o interesse cresceu a partir da festa de 15 anos, quando minhas amigas me presentearam com os perfumes de O Boticário. Combinar perfume com a estação, com a roupa, com o humor passou a ser uma prática diária. E as compras? Hum, nem todas foram um sucesso justamente por não ter conhecimento suficiente. Por isso, 1 nariz, te respondo que no início do meu interesse por perfumes teria sido bom se eu soubesse que:

* quem vê cara não vê coração: sentir o perfume e em 10 minutos decidir o relacionamento. Ah, quantos estranhamentos ou paixões olfativas vivi e que não duraram 2 horas! Quantos corações não se revelaram totalmente diferentes da saída? É preciso conhecer a evolução para decidir a paixão. :)

* quem vê sobrenome não vê qualidade: gostaria de saber, desde o início do interesse por perfumes, que marca não significa, necessariamente, qualidade. Tampouco nacionalidade e preço são indicativos de bem feitura. Algumas centenas gastas já impactaram menos que algumas dezenas. Tem perfume que o preço só justifica o frasco, não o cheiro em si.

* quem vê aparência não sente o cheiro: caixas e frascos lindos podem esconder baixo investimento no cheiro - que a bem da verdade é o que de fato interessa aos apaixonados por perfumes.

* quem exibe perfume o perde: num excesso de contentamento e vaidade eu expunha meus perfumes na penteadeira ou no banheiro. Resultado? Perfumes com cor e cheiro alterado. Luz e variações de temperatura alteram nossos líquidos perfumados. Eu não sabia.

* quem joga fora perde parte da memória: eu não sabia que sentimos saudades de perfumes. Jogava fora os frascos vazios. Aprendi que frascos guardam parte do cheiro, podem decorar minha casa e ser material para novas artes.

* quem descobre a estação conhece o perfume: quando lembro disso até dá vontade de chorar. Já tive em minhas mãos perfumes fantásticos, mas desgostei e não os comprei. Noutra estação, experimentando amostra uma vez mais... paixão avassaladora. E podia comprar? Não, pois havia sido descontinuado. Já tive em minhas mãos perfumes clássicos, mas experimentados em estações inapropriadas.

E assim, meus caros, penso que se soubesse de tudo isso desde o princípio
eu teria errado menos
valorizado mais meu dindim
apreciado mais obras olfativas artísticas...

Aprendi com amigos,em redes sociais e livros técnicos, e compartilho tudo aqui no Blog - ele nasceu também para isso.

E você, o que gostaria de saber desde o início do seu interesse por perfumes?

Meus amigos e colegas, autores de blogs sobre perfumes responderam assim:

* Carla, Pimenta Vanilla
* Dênis, 1 Nariz
* Vanessa, Van mulherzinha
* Juliana, Le monde est beau

abraços perfumados.

Fonte da imagem: Sniffapalooza.com

36 comentários :

  1. Meu interesse começou por causa da pele problemática, ph acima de 8!!!! Estrago joias de prata, bijoux de níquel e perfumes florais fantásticos... Por causa disso, já cheguei à heresia de rotular o J'adore como cheiro de flor de cemitério! Digo: o que eu gostaria de saber desde o início é a importância do ph da pele, que muda inclusive conforme a estação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. brilhante observação, Priscila. E como isso é intrigante!

      Excluir
    2. Acidez da pele é mega importante e ciclo hormonal também. Apesar de ser um pouco nebuloso o conceito de feromônios percebi que dependendo da época do ciclo hormonal feminino a interação dos odores e/ou percepção são diferentes. O mesmo acontece com mulheres no passar dos anos. Perfumes cheiram diferentes numa mulher em declínio hormonal e noutra no ápice do período reprodutivo. E o que falar da microbiota então....cada um de nós tem população diferente de micróbios sobre a pele. Em simbiose. E estes micróbios tem secreções que interagem com o suor, células em descamação e... com o que colocamos sobre a pele. Extremamente complexo este universo olfativo.

      Excluir
    3. Por isso amamos essa arte tão expressiva!

      Excluir
    4. Gente, como se mede o ph da pele? fiquei super curioso, quero medir o da minha.

      Excluir
  2. Oi Dâmaris.É incrível como a mente divaga quando pensamos sozinhos sobre um mesmo tema. Sefletir sobre o que eu gostaria de saber antes de escrever sobre perfumes (acho que nasci interessada em aromas) me levou por caminhos diferentes,entretanto sua postagem me fez lembrar de um arrependimento. Gostaria de ter guardado todos os preciosos frascos da minha infância e adolescência, e que hoje não existem mais. Minha aromateca ficaria muito feliz com a memória destes cheirinhos. Naquela época eu não imaginava que eles sairiam de cenário um dia... Beijocas de Elisabeth.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Beth,
      e com o atual contexto comercial, que prega o consumo - creio que seremos submetidas às "descontinuações" com maior frequência, infelizmente...
      bjoks

      Excluir
    2. Pois é meninas, infelizmente mais e mais perfumes sumirão. Existem muitos fatores determinando isto. Estas águas percorrem as necessidades de mercado que atualmente andam num frenesi absurdo por novidades; as instituições que regulamentam produção e todo ano incluem mais e mais matéria prima na lista de proibições. Não sei com clareza se existem fronteiras bem delimitadas entre necessidade científica e política , ou financeira. Preocupa-me esta indústria de perfume descartável que está crescendo assustadoramente. Será que a quantidade substituirá a qualidade nas composições? Estamos nadando num mar de mesmice? A tendência é piorar ou chegamos ao teto?

      Excluir
    3. Creio que a quantidade não substituirá a qualidade, Beth; minha hipótese é de que teremos um maior leque de escolhas e caberá aos narizes e à experiência o poder de decisão e filtragem do que, de fato, está bom.

      Excluir
  3. Dâmaris, Oh que aula querida, sentei e peguei meu caderninho de anotações.....e tenho que admitir que tudo escrito aqui, passei e concordo com tudo. A gana de ter os vidros mágicos, muitas vezes me decepcionaram, outras vezes dei de presente a pessoas queridas e tenho que admitir que me arrependi! Um dos casos foi o amado Organza, dei e tive que comprá-lo novamente, outro foi o L'Instant da Guerlain, que hoje custa caro ao meu bolso.....e tantos outros que me desfiz, buáááá.

    Mas a vida faz nos acordar.....pensar e tomar atitudes corretas hoje. Pois praticamente todos que tenho hoje, são casos pensados, pesquisados e somente depois vem a "loucura" da compra.

    E o meu desabafo é: quisera não ter o impulso nos olhos.....o coração bater acelerado.....a vontade incontrolável.....de ter mais e mais perfumes! Se o freio fosse maior, talvez não tivesse feito tantas esolhas erradas, mas é o viver intensamente de nossas vidas, que nos faz amadurecer e saber pautar corretamente nossos desejos ardentes pelas conquistas em geral, não é mesmo querida Dâmaris??????

    Beijo carinhoso e que ontem tenha sido um momento mais que especial em sua vida....que fique guardado nas caixinhas mágicas de sua memória. Feliz e alegre mamãe de dos seres lindos que tens! Parabéns!

    Malú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malú querida
      somente agora estou conseguindo te felicitar pelo Dia das mães, que tua missão seja terna e feliz sempre.

      Ah, como concordo contigo olhos, mente, coração e vontade são continuamente atiçados a cada frasco, a cada cheiro, a cada not~icia de lançamento. Que paixão é essa? Creio que com as experiências que temos a tendência é errar cada vez menos, concordas?
      bjs

      Excluir
  4. Ah outra coisinha.....essa mesa repleta de perfumes lindos é tua querida???? Se for já colocou meu coração em pulsação acelerada, rsrs.....vou pegar minha lupa mágica então!

    Beijocas
    Malú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou lá pegar minha lupa tbém, para juntas espiarmos essa mesa linda .... fiquei babando por esses frascos e por essa mesa, Malú querida. bjs

      Excluir
  5. Tudo muitíssimo bem colocado, diva!
    E como é bom participar dessa postagem coletiva! Amo, amo e amo! Experiência enriquecedora ao cubo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já imaginou se tivéssemos mais disponibilidade de tempo, o que faríamos juntas?

      Excluir
  6. Gostaria de não ter sido tão impulsiva, quando enjoei de todos os perfumes do mundo na minha primeira e única gravidez à 18 anos e acabei fazendo a loucura de me desfazer de todos os meus vinte e poucos perfumes, muitos deles hoje, descontinuados...
    Ai que dó! Tantas lembranças que só o aroma de um perfume é capaz de trazer à tona certos momentos da nossa história.
    Na época, não acreditava quando minha mãe dizia: "filha, isso passa!" rs...
    Adorei esse post!
    Beijos*


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu pai....não acredito que tu fez isso, Lídia!
      Bom, pensando melhor: até entendo, pq enjoei de alguns cheiros nas gestações dos meus filhos - e até hoje não consigo chegar perto! :( No meu caso, não passou. :o

      obrigada! bjos

      Excluir
  7. É verdade, Dâmaris.....me identifiquei demais com suas pontuações....Como a Vanessíssima diz, suas postagens possuem uma linguagem, um "quê" a mais que nos aproxima delas. São espontâneas, diferente de muitos outros blogs, que parecem não falar "nossa língua" e nos distanciam. Resultado: perde-se o desejo de segui-los. Parabéns por essa característica.
    Como você numerou, eu não teria feito algumas coisas... A primeira é ter jogado fora as caixas dos meus perfumes. Mantenho os mesmos expostos sem caixa, na prateleira de meu closet que fica quase sempre escuro, mas sofre com variações de luz, temperatura e umidade do banheiro ao lado. A segunda é que já joguei fora muito vidro vazio e bonito, perdendo com isso um vestígio do aroma para ser um dia relembrado. Mas já venho corrigindo esses erros. E a última é que sempre tive problema com baixa duração do perfume, diferente de outras pessoas, até descobrir que na verdade minha pele é seca. Quando aprendi que no banho devemos usar sabonete somente nas axilas, áreas íntimas e pés (porquê ensaboar tudo?) e que passar hidratante repõe o manto lipídico da pele, trazendo inúmeros benefícios antes de saúde que estéticos, e de quebra ajudando a aumentar a fixação da fragrância, o problema diminuiu. A questão do pH é uma ótima observação da Priscila...talvez seja outro problema...vou prestar atenção a isso.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo bem lembrado, Ubiratan - como sempre afirmo: os comentários de vocês ampliam as postagens de tal forma que fico ansiosa por recebê-los tão logo faço as publicações. Gostaria de saber como identificar o ph da pele.... abraços

      Excluir
  8. Perfeito!Me vi em suas palavras. E lembro agora, com pesar, que foi mil vezes quebrado meu coração. E o $ perdido, nem se fala... Mas faz parte do aprendizado né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e um aprendizado doído, sob o ponto de vista financeiro.... acho que um dos objetivos de nossos blogs é facilitar esse momento, concordas?

      Excluir
  9. Adorei: quem vê cara não vê coração e quem vê sobrenome não vê qualidade... fato! Excelente post Dâmaris! Estou curtindo muito essa troca de experiências! Bjão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nenhum post está completo, vc percebeu? Só o conjunto se abarca. bjão

      Excluir
  10. Perfeito o post Dâmaris! Sintetizou tudo, principalmente naquele ponto em que vc desapega de um perfume e depois descobre que o amava e foi descontinuado.... pra se enforcar num pé de couve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. snif. Minha coleção de descontinuados só aumenta, por conta desse desespero das marcas por manter-se na crista das vendas. Os que ama, em geral, têm produção fechada em mais ou menos tempo. :(

      Excluir
  11. Excelente ponto de vista, Dâmaris! O fato é que nossa jornada nos ensina muita coisa, sobre perdas e ganhos e estes últimos são sempre maiores. Incrível como o Boticário fez parte da vida de boa parte das crianças e adolescentes nos 80...Sempre ele, mesmo que ali no meio de outros frascos e memórias.
    Aliás, sobre os frascos...sim, o conteúdo é sempre o foco principal mas um frasco arte vai ser sempre útil. Andei comprando 2 vazios de Lou Lou antigo pra decoração e em breve farei um terrário dentro de um frasco de Eau de Eden gigante. A loucura chega nesse nível, rs.
    A propósito, amei essa mesa de Clodovil! Ia até perguntar se era sua. Bafo!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estás convidadíssima a mostrar tua arte de decoração com perfumes, Lily Loon. O que achas? Topas fotografar e mostrar tbém no VB? bjs

      Excluir
  12. Caríssimos,
    este post (assim como tantos outros) foi enriquecedor, gratidão por compartilharem suas experiências e opiniões. Também errei muito com perfumes, fui seduzida por desconhecer a natureza de alguns, equivoquei-me com a intensidade de outros, cedi a uma e outra mega promoção... mas o lado bom de tudo isso é aprender com os erros e hoje considero-me uma consumidora mais consciente e de impulsos mais controlados. Menos é mais. Lembrando uma frase do genial Leonardo Da Vinci "A simplicidade é o maior grau da sofisticação".
    O universo dos perfumes é tentador e sinto-me profundamente grata à querida Dâmaris pelo carinhoso empenho com que enriquece os posts do VB, bem como a atenção que nos dispensa enquanto leitores e nos comentários. O resultado é agregar pessoas queridas com gostos em comum e muito de bom a compartilhar.
    Um beijo iluminado como o Sol a todos vocês!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o sonho era que a mesa redonda fosse presencial... imagine a delícia, Thais! bjs e abraços iluminados como um belo dia de inverno sob sol.

      Excluir
  13. Dâmaris, me identifiquei com o último ponto! sempre que vou atrás de algum perfume muito elogiado e não bate pra mim, fica aquela pulga... será que amanha eu vou gostar e já era?

    adorei que o texto é dirigido pra mim!

    ResponderExcluir
  14. senti bastante identificaçao com teu texto, especialmente ao que se refere da volubilidade dos sentimentos em relação aos perfumes, a tristeza de saber que os cheiros se vão, de fato, e que fomos bobos o bastante para nao guardarmos os frascos. sempre encantador querida dâmaris! grande beijo
    ps: amei a mesa com os perfumes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vontade de ter uma mesa destas, não é Cris?

      Excluir
  15. Boa noite Dâmaris, perfeito este post, você acertou em cheios nos tópicos. Concordo plenamente quando você diz que: "Quem vê sobrenome não vê qualidade." Eu estava tão acostumado com a qualidade dos perfumes de Hugo Boss, principalmente o Soul, que eu amava. Aí, me iludi e comprei o tal de Boss In Motion Orange. Quando uso, tenho a sensação de estar usando desodorante comprado em supermercado... Mas a gente aprende errando, infelizmente. Obrigado pelas dicas, abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente tem aprendizagens que vem com o erro.. o jeito é apurar o olfato para não errarmos mais! O bolso agradece rsrs. Eu que agradeço, Têko. abraços perfumados

      Excluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover