PERFUME TEM QUE TER: por ESTRELA MARINHO

Vamos inaugurar mais uma série aqui no Village Beauté? Você também pode participar! Às quartas-feiras conversaremos sobre "Tem que ter ... este perfume".

  • Ele está quase acabando e você fica tensa;
  • Você pede de aniversário, natal, dia das crianças - todo ano ele entra na sua lista;
  • Tem um lançamento ali em frente e você nem dá bola... quero este aqui de novo! E para sempre!
Tem um perfume aí que desperta os seus mais primitivos desejos de posse eterna? Mande e-mail contando!



Hoje é o dia da Ester Marinho; mas com sua devida autorização prefiro chamá-la de Estrela Marinho :) De comentário em comentário ela chamou atenção por sua escrita fluida e apaixonada por perfumes, ou seja: demonstrou ser da vila desde o início! Vamos ver qual é o perfume que ela TQT?


Cheiro para mim sempre foi o sabor da vida. Lembro de minha infância, ao entrar no quarto de minha avó e ver aquela penteadeira cheia de potes, louças, perfumes, e coisas bonitas com muitos frufrus; sempre que podia, mexia em tudo, mas em especial um pote grande ( difícil de abrir) com um pom pom gigante, para bater no rosto e soltar “aquele pozinho” ( pó de arroz). Adorava o cheirinho.
Já mamãe sempre foi muito prática, não tinha penteadeira cheia, apenas uma pequena cômoda, usava um perfume ou outro por vez (lavanda, musk, floral). Gostava mesmo de usar o óleo Séve, e o Talco (ambos da Natura).
Sentir a vida através do cheiro que exala, para mim, é como um livro quando abrimos e somos transportados a um mundo de sentidos, emoções, sensações, só que ao invés de palavras, nos deparamos com os aromas, que são muitos!!
Só despertei de forma especial para os perfumes aos 22 anos, quando fui trabalhar em um aeroporto. Entre chegadas e partidas de passageiros, sempre tinha um rastro especial de alguma pessoa que passava, e inebriada pelo perfume, saía 'loucamente” para saber seu nome.
Algumas vezes descobria através de uma amostra ( lenços perfumados), noutras tinha que puxar alguma colega de trabalho para sair correndo comigo a tempo de alcançar a pessoa e identificarmos a fragância, e por fim, em meio ao frenesi, chegava até a perguntar. Era um trabalho de paciencia e persistencia.
Foi então que percebi que precisava de um perfume só meu, mas os cheiros eram tantos, gostava de muitos e então decidi explorar as inúmeras possibilidades, para quê ficar fixada a um só cheiro?
Seria tão importante ter uma assinatura? Certamente que não, o desejo de explorar possibilidades conhecer “ todos os perfumes do mundo”, tornava inviável ser fiel a um só perfume.
Por isso, sempre que posso, compro perfumes (ganhar também é bom!), com cheiros diferentes, propostas diferentes, pois assim posso “conhecer/vivenciar” vários aromas.
Não sou colecionadora, nem entendedora do assunto, acho que sou curiosa mesmo, gosto de ir à loja, experimentar uns 4 ou 5, anotar num caderninho, conversar sobre o assunto, adoro ter amostras (permite que tenhamos acesso a vários perfumes ao mesmo tempo) e claro, sempre que posso, compro um perfume, e outro e mais outro, a fim de experenciar as fragancias, algo como “caça ao tesouro” (meio viagem, mas minha cabeça é assim, rsrs).
Dessa forma, nunca compro o mesmo perfume, pois há tantos outros aguardando para que possa conhecê­los. Sem contar os lançamentos. É uma infinidade que meus parcos recursos não dão conta. Porém, tem um perfume que despretensiosamente ganhou meu coração; no início, ficou apagado devido a minha “ardua tarefa exploratória olfativa” rsrsrs, mas ao longo do tempo, sempre que podia, comprava­o de novo, até que despertei e percebi que era amor mesmo, QUE NÃO PODIA FICAR SEM, O PERFUME, DO QUAL NÃO ABRO MÃO. MEU QUERIDO HOT COUTURE GIVENCHY, imponente, elegante, discreto, que ficou quietinho, sem se impor, aguardando com parcimônia, até que finalmente pudesse perceber o tesouro que tinha.

BLOG SOBRE PERFUMES
Hot Couture por Estrela Marinho

O fato é que apenas há 4 anos atrás, tive um start e notei que em meio a tantos perfumes, este é o meu fiel da balança, o que permanece e faz falta. 

É um perfume que marca presença, em minha pele tem uma fixação absurda, é bem doce no início, mas não é enjoativo, sinto a framboesa de saída, acompanhada por Magnólia e um azedinho, tem certa picância, e uma “fumaça” que dá um “quê” todo especial ao perfume.
Quando uso o Hot Couture, sinto-­me confiante, linda, também gosto da sensação de acalento que perdura ao longo do dia, tenha sido tranquilo ou tumultuado, é um perfume que me traz sensações boas.
Acho­-o um perfume muito especial, certamente não é de agradar a todos, mas aos que sentem e se identificam com a singularidade do HOT COUTURE, é perfume para não abrir mão, por toda a vida.

BLOG SOBRE PERFUMES
Hot Couture por Estrela Marinho


BLOG SOBRE PERFUMES
Ester Marinho
E você, querido leitor, tem um perfume em especial? Do qual não abre mão? Mesmo tendo tantos outros, mesmo gostando de experimentar os aromas, explorar as diversidades olfativas nesse mercado vasto?
 
Gostaria de agradecer a querida Dâmaris, sempre estou por aqui, é muito prazeiroso poder participar do blog, lendo suas resenhas (verdadeiro deleite), aprendendo com os leitores, adoro os comentários, e confesso que jamais imaginei ter uma participação assim, espero que tenham gostado.




Hot Couture das frutas vermelhas apimentadas... bela e forte escolha, linda Estrela! Obrigada por aceitar inaugurar esse novo espaço do VB! <3 E obrigada pelo carinho contínuo participando dos comentários.. suas falas são sempre recheadas de conteúdo! bjs


Querid@s, não faz muito tempo em que as pessoas tinham uma identidade e uma assinatura olfativa. Parece-me que ter um perfume com tamanho vínculo afetivo era muito mais fácil que hoje... Será consumismo? Arte? Relação superficial? Ou ainda apesar de tanta diversidade temos os nossos TqT? 

16 comentários :

  1. Um perfume que marcou minha vida e que me rendeu muitos elogios foi Red Pearl da Yves de Sistele....daria um rim para te lo denovo rsrs. Adriano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que essa tag nova será uma delícia de ler, Adriano
      pois conheceremos os perfumes que as pessoas mais gostam ou ainda aqueles com quem elas têm maior vínculo. Conte tua história! Curiosei imensamente.... me escreve.

      Excluir
  2. Que delicia ler esse texto cheio de lembranças e experiências. Obrigada Ester por dividir conosco a sua rica intimidade e a você Damaris por mais esse presente...beijinhos..

    ResponderExcluir
  3. Dâmaris,

    Mais uma vez agradeço a oportunidade e confiança. Estar por aqui é muito bom.
    Hoje em dia, creio que ter uma assinatura seja realmente mais raro, além da
    diversidade de perfumes importados e nacionais( que cresceram bastante),há
    essa questão da Arte; querermos explorar as possibilidades, conhecer os aromas,
    mas acredito piamente( e sou exemplo disso), que sempre teremos um "TqT",
    perfume cuja a relação é muito especial, mesmo dentre tantos, não podendo
    faltar.

    Vamos ver o que os leitores acham, tô curiosa.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querida Estrela
      obrigada por estar aqui. É recente esse conceito de perfume como arte a ser apreciada e, por isso, também diversificada...mais uma razão para amarmos tantos! :)
      bjs

      Excluir
  4. E sempre um prazer ler os comentários da Estrela, ela escreve tão bem e tão gostoso de ler, que fico feliz que ela tenha inaugurado esse tag nova. Que tenho certeza que renderá muitos e deliciosos conteúdos, tal qual o de Estrela.

    Esse perfume há bastante tempo atrás, senti na Renner, mas de momento não gostei, depois queria-o, mas não tinha posses para tê-lo.....e hoje é raro de se encontrar, rsrs. E o fascinante mundo dos descontinuados....que nos deixam saudades.

    Parabéns Estrela, como disse a Dâmaris, tuas falas são cheias de deliciosos conteúdos. Tua história aqui relatada, ficou como a ler um livro.....imaginando cada cena, tu a correr e corar tuas bochechas para descobertas dos aromas que deixavam no ar.....

    Obrigada por estar aqui hoje, não como um comentário, mas como uma história que marcará o início de muitas histórias que virão.

    Um beijo a ti querida e outro para nossa anfitriã Dâmaris.

    e......meu querido que não pode faltar jamais: First V&C, que já cansei os leitores de tanto dizer dele, rsrs.

    ResponderExcluir
  5. Dâmaris, querida, eu espero que você ainda lembre de mim!
    Dei uma boaaa e longa sumida, mas nunca deixei de acompanhar o blog pelas atualizações recebidas no e-mail. Passei por umas fases diferentes, com focos diferentes, e durante bastante tempo a internet me serviu apenas pra assistir aulas pra concurso. Passada (e vencida!) essa etapa, quero dizer que vou voltar de mansinho e me infiltrar de novo aos pouquinhos nessa roda de gente querida que, tendo como pano de fundo os perfumes, acaba por fazer poesia e contar lindas histórias de vida!
    Eu, como mera iniciante nesse meio, mal tive um perfume que durou até o fim. Ainda estou à procura de um cheirinho que me identifique de verdade e que me faça querer tê-lo sempre.

    Achei interessante seu questionamento sobre hoje em dia ser mais raro ter uma 'assinatura' perfumística, hehe. Imagino que pela variedade de opções oferecidas pra gente, é difícil escolher um só perfume. Dependendo do clima, do dia, do humor, da ocasião, é um ou outro perfume que melhor nos define naquele momento.
    Seria demais ter um cheiro pra chamar de meu, mas ainda não encontrei um que despertasse minha eterna fidelidade, hehe!

    Beijos a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabela

      sorri lendo o teu comentário por diversos motivos. Pelo retorno e pq ele traz ótimas notícias! Etapa intensa, difícil mas......... vencida! Que orgulho. Parabéns! Mais uma experiência de vida a ser comemorada! :)

      Bom retorno a esse nosso cantinho de descobertas e prazeres olfativos! :)
      bjs querida

      Excluir
  6. Ester, parabéns pelo texto gostoso de ler. Como você e muitos, não consigo ter uma assinatura olfativa. Não me considero colecionador e jamais entendedor nesta área (para isso existe formação e muita prática no assunto). Agora, a curiosidade.....é mais do que a necessária, rs...Qdo invoco com um perfume faço disso uma caça ao tesouro, como mencionou, ou mesmo uma corrida maluca, rs. O meu fiel TQT não é novidade: TM A*men tradicional....marcou uma fase nova na minha vida (junto com Womanity) de mudança de cidade, de casa, de ambiente, de vida. Sempre será reposto, enquanto dure na linha de produção. Parabéns a vc. Penso, Damaris, no óbvio: antes não havia acesso fácil a perfume, mais fácil era portanto manter um ou outro e ter uma assinatura. Quando se dispõe de muito, muito mais se tem. Obrigado por sempre estar inovando o VB.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o convite Damaris....vou amar dividir minha historia com os perfumes com voces...mas ja adianto que eh bem longa minha historia....bjs Adriano.

    ResponderExcluir
  8. Malu,

    Fiquei com receio de ter “viajado” muito e tornar a leitura
    enfadonha, obrigada pelo seu retorno e carinho, fico feliz
    que tenhas gostado.

    Sei de tua paixão pelo First V&C , inclusive está na minha lista
    para conhecê-lo, seus depoimentos foram um prelúdio que me
    despertaram o interesse.

    Bjs

    p.s- perdoe a demora em responder, essa semana foi corrida....


    Ubiratan,

    Obrigada.

    É incrível quando encontramos um perfume que gostamos e
    ele ainda marca uma época muito especial de nossas vidas,
    pois acaba sendo uma combinação perfeita.

    O seu TqT támbém está na minha lista, já li seus depoimentos sobre
    ele e não teria como não ser despertada na vontade de conhecêlo, ou
    seria tê-lo? Rsrsrs

    Bj

    p.s Perdoe a demora em responder, essa semana foi corrida.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine, querida... a correria não é somente sua. A*men é bem compartilhável. Em certos aspectos possui algumas vantagens sobre Angel (o feminino, que tenho e também gosto demais): ambos possuem os mesmos acordes de mel, chocolate e patchouli, mas A*men é mais "escuro e gótico", amadeirado, com mais almíscar, do que sua irmã em forma de estrela, mais doce e delicada. A estrela seria o "anjinho" da história....o bastão negro de borracha seria o "diabinho", muito mais sensual, rs.
      Abraços!

      Excluir
    2. Estrela, vou me sentir honrada se tu incluir em tua lista o First e além disso, dar sua opinião sobre ele.....amo ler a opinião do meu amado First. E não precisa se desculpar....quem não tem vida corrida? Eu tenho, tu tens, ele tem.....e assim por diante. Beijo querida.

      Excluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover