A COLEÇÃO DE PERFUMES DO CRIS BAZONI

Há 1 mês, aproximadamente, a Lili apresentou o Cris. Observando-o conversar no face vi que ele se mostra apaixonado por perfumes sem olhar rótulos e etiquetas; volta-se à fragrância e com ela tenta construir uma relação. Ele passou a participar da Mesa Redonda dos blogs específicos sobre perfumes, li algumas de suas reviews e fiquei muito curiosa por conhecer sua Coleção. Convidei e...ele aqui está:

Cris Bazoni e sua Coleção de Perfumes.

Olá, sou Cris Bazoni, do blog “odorataparfuns”. Estou aqui a convite da Dâmaris e, antes de tudo, quero agradecer a oportunidade de falar mais um pouquinho dessa minha paixão. Minha ligação com os perfumes começou por conta de um “lance” de amor, tesão, sei lá... Sei que invoquei com um perfume que senti grudado em mim depois de uma avassaladora noite de prazer. Verdade: aquele cheiro não saía de mim. Estava tudo misturado em minha cabeça e até meu olfato tentava reorganizar os cheiros que eu sentia. 

Bem antes disso, entretanto, já tinha uma vontade enorme de usar, como meus amigos mais agraciados por uma melhor condição financeira, um perfume “classudo”, vamos dizer assim. E olha que pra mim, na época, isso queria dizer O Boticário. Pois bem: não tinha dinheiro pra comprar um “Connexion” (Foi o que escolhi). Mas tinha dinheiro pra comprar 10 ml da essência fajuta do Stylleto (vendida numa loja que fornecia matéria prima para fabricação de perfume, sabonete etc).
Comprei e transformei aquilo em duas colônias, diluindo a essência em álcool de cereal. Vendi para dois amigos, dizendo que era algo exclusivo (e era, já que nunca mais ousei fazer um perfume desses). Com o dinheiro, comprei meu “Connexion”.
Voltando à história inicial, depois de ter sido enfeitiçado pelo “perfume do prazer”, comecei a ter curiosidades por algumas marcas internacionais, até que conheci uma pessoa maravilhosa que tinha um negócio no ramo de perfumes importados e pediu que eu a ajudasse nas vendas. Entregou-me, de cara, uma mala com mais de 50 itens (só o filé da perfumaria). Fiquei louco. Vendi tudo. 

Fácil. E assim continuei, vendendo, comprando, conhecendo...Hoje tenho uma empresa registrada (odorataparfuns) e, além de vender perfumes importados, sou educador – mais uma paixão.
Entre os meus primeiros perfumes, ou seja, aqueles pelos quais primeiramente me encantei, estão Connexion, Lou Lou, Yang, Tuareg, Azzaro, Armani pour Homme, Dolce Vita, Lapidus, Exubérance, Dune, Eros, Jazz, Kouros, Safári, Roma, Obsession entre tantos outros.

Com o tempo, meu gosto foi se apurando, mas não consegui abrir mão de alguns “coringas” comerciais que ainda me deixam surpreso. Em minha coleção, tenho aqueles que sempre uso e, alguns que substituo por razões diversas. Na maioria dos casos, adquiro um perfume por curiosidade mesmo. Alguns se tornam eternos pra mim.
Além dos perfume importados, sou amante das colônias nacionais, principalmente dos clássicos de O Boticário. Tenho muitos deles e não fico sem. Entre todos, o meu Connexion, claro, e as ânforas maravilhosas (quase extintas). 





Se observarem nas fotos, ainda tenho Lavanda Pop, Crazy e Dreams. Também tenho curtido bastante a marca Eudora (do grupo O Boticário), principalmente as colônias da linha “Brisas” e “Body Mist”, inspiradas na elegância e no glamour de certos “tecidos”, como o veludo, a seda etc.


Da Avon, notem que guardo as clássicas fragrâncias acondicionadas no frasco de cristal: Charisma, Topaze e Toque de Amor. Pra fechar, não posso me esquecer do meu amado Essencial Masculino (Ao meu ver, é um dos melhores perfumes brasileiros em comercialização.).



Entre os importados, tenho meu preferido, Chanel 19, nas versões Eau de Toilette e Eau de Parfum Poudré.


Coco Mademoiselle, que também me enfeitiça e Hypnotic, uma obra-prima da Dior.


Há também o inquietante The Dreamer, de Versace, e os intoxicantes de Cacharel: Lou Lou e Éden.



Há um tempo descobri Eau de Cologne de J’adore, que tem feito minha alegria nas manhãs de verão e de primavera. Não abro mão do meu Le Male e Fleur du Male, de Gaultier.
Bem, não vou ficar falando aqui de cada perfume, mas posso garantir que todos os perfumes que vocês veem aí nas fotos têm algum valor pra mim, de alguma forma

Deixo aqui um beijo a todos os seguidores do Village Beauté, maravilhoso por sinal, e convido-os a conhecer o meu blog: www.odorataparfuns.blogspot.com.br

Obrigada, Cris por seu conosco sobre seu vínculo com os perfumes!
Conte prá gente.... o que é este frasco do Joop! ?
E outra pergunta.... você guarda os seus perfumes fora da caixa na cristaleira? Quais são os seus cuidados para que não estraguem?

Abraços perfumados.

Veja aqui todas as Coleções de Perfumes:

19 comentários :

  1. Oi Cris, prazer em te conhecer, bem como sua coleção, bem diversificada por sinal. Vi que possui um perfume que tenho curiosidade há tempos: Versace The Dreamer.....tenho de experimentá-lo. Este vidrão do Joop! me deixou curioso também, rs..abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, The Dreamer é muito louco! Seco, aromático, amargo, mentolado, floral, tudo junto.

      Excluir
  2. Ahhhh... Esse frasco gigante do Joop é decorativo, para vitrines de lojas. Tenho tb o Zino. Sobre a conservação dos perfumes, guardo todos na caixa. Tirei-os para as fotos. Só as colônias mais cotidianas eu deixo sem a roupa (rsrs). Adorei participar! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, confesso que tive uma certa aflição ao vê-los desnudos. Até deixo alguns frascos fora da caixa, mas os que estou a usar na semana, depois: fechados e no escuro! rsrs Um achado este teu vidrão!! Aqui em Floripa encontrei um Fidji imenso em um antiquário...quase trouxe prá casa, rsrs Obrigada por ter topado participar do VB assim tbém! És da casa. bj

      Excluir
  3. Oi Cris, mas me colocou curiosa nesse vidrão do Joop.....e gostei muito de ver teus preciosos nessa estante de vidro, pois reluz e brilha os teus tesouros.

    1) Queria saber uma coisa: Dos descontinuados da Boticário, não mudam a fragância com o passar dos anos??? Pois acho que hoje em dia, a concentração de álcool é grande, mas antigamente eu não achava tanto. O que me diz sobre isso???

    2) Consegues relacionar o Myzar à algum importado???

    3) Poderia descrever o Chic da Eudora para mim????

    Desculpe os pedidos.....são as paixões perfumadas que nos levam a querer saber mais e mais, rsrs.

    Obrigada por compartilhar aqui teus perfumes e alegrar nossas sextas com as deliciosas coleções.

    e

    Obrigada querida Dâmaris, tua casa é minha casa.....um cantinho especial e mágico que nos traz calor, alegria, cor, sabor e cheiros aromáticos no ar.....

    Final de semana feliz e abençoado à todos vocês......com um frio delicioso aqui de SP.

    Malú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malú, sobre o Mizar, acho-o bem parecido com Lou Lou, mas só nas notas altas. Sobre O Boticário, tenho leitores que juram, por exemplo, que o Annete dos últimos dias já não era mais o mesmo. Eu sinto isso também, com o Quasar, mas sou reticente quanto a isso, pois nós mudamos tb, entende? Sobre o Chic, dê um pulinho no meu blog. Postei lá. Beijão!

      Excluir
  4. Ah que alegria ver os perfumes do Cris Bazoni! Já acompanho há bastante tempo seu Blog Odorataparfuns, é la, assim como aqui, que busco referências sobre fragrâncias que ainda não conheço. Me parece por vezes que Cris conhece todos os perfumes que existe, pois novos ou antigos ele sempre dá alguma informação e assim não me surpreende ver uma coleção tão variada e atraente, sem preconceito entre nacionais ou importados, demonstrando que o importante é o liquido precioso dentro do frasco.
    Parabéns Cris pela preciosa coleção e obrigada por partilhar teu conhecimento conosco.
    Leila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leila, obrigado pelo carinho e pela presença no meu blog! Estou à disposição no que puder ajudar! Bj grande!

      Excluir
    2. Malú, sobre o Mizar, acho-o bem parecido com Lou Lou, mas só nas notas altas. Sobre O Boticário, tenho leitores que juram, por exemplo, que o Annete dos últimos dias já não era mais o mesmo. Eu sinto isso também, com o Quasar, mas sou reticente quanto a isso, pois nós mudamos tb, entende? Sobre o Chic, dê um pulinho no meu blog. Postei lá. Beijão!

      Excluir
  5. Que surpresa maravilhosa ver a coleção do Cris aqui!! Ele não é um amor, Dâmaris???
    Olha, adoro o Odorata e acompanho faz tempo. Não lembro o que me levou a encontrá-lo na internet mas deve ter sido o Boticário, rs. Aí eu fui lendo, lendo e me divertindo com cada postagem porque pude de imediato perceber ali um verdadeiro amante da perfumaria, que é aquela pessoa que não faz cena com grife! Como eu sempre digo, quem gosta de perfume, gosta de perfume e não de marca. Eu não tenho, nunca tive, nem nunca terei medo de falar que não gostei de alguma fragrância cara e famosa bem como jamais me furtaria a elogiar um perfume "simples". E com o Cris senti essa verdade. No blog encontramos Dior e Contouré! Fora os ataques de saudosismo que eu amo!
    Além disso, adoro ter com quem conversar ( e que me entende ahahaha) sobre o assunto Boticário anos 80 (chama a "Charcot"). O Cris conheceu bem aquelas raridades todas dos anos 80. No blog dele tem até um manifesto pelo retorno do Exuberance.
    Só de saber que essas ânforas estão sumindo já começo a projetar uma úlcera...Esses dias postaram uma ideia no Face de usar vidros vazios de perfumes como vasos para flores. Que lindo achei!! Farei isso com as ânforas, vai ficar demais de bom.
    E, Cris, eu sou uma que juro e garanto que o Anette mudou sim porque a minha paixão era justamente a primeira versão( frasco marrom/tampa prata e que o senhor tem!!!) , que eu usei muito!!! Lembro do floral denso com aroma de creme hidratante limpo. Nada de flores doentes e murchas como o atual Anaïs anaïs ( atual, porque o vintage é só amor!). E poxa, uam menina de 10 anos de idade amar o Anette é porque ele era mesmo bom e nada "velho".
    Adorei a coleção, o bom gosto, as raridades e o super Joop!!!

    PS: Gente, morri aqui com a venda da água de Styletto no melhor estilo peroba´s face! kkkkk
    Bjus, Cris e Dâmaris!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lily, você é uma das minhas inspirações e certamente a maior colaboradora. Quantas vezes faço um post pensando em vc como leitora, em sua sensibilidade. Vc é um presente que o blog me proporcionou. Adoro quando lança sobre mim essa sua preciosa admiração. Um beijo!

      Excluir
    2. Adorei o peroba's face! Kkkk

      Excluir
    3. Lily

      muito obrigada por descobrir o Blog do Cris e por indicá-lo. Ele já começou a interagir nos comentários, topou mostrar sua coleção, participou da quinta Mesa Redonda e isso é muito positivo. Admiro pessoas, como você e ele, que conseguem guardar bem viva na memória a lembrança dos perfumes de outrora. "Ataques de saudosismo" .... como é confortável viver isso.

      Menina, não sabia do sumiço das ânforas...os frascos mais lindos!
      Não pode :(

      bjs Lily e Cris

      Excluir
  6. Outra coisa, Cris: qual era o tal perfume que te enlouqueceu?Tu sabes??

    ResponderExcluir
  7. Cris é o Yang da Mahogany????

    Beijo
    Malú

    ResponderExcluir
  8. Olá Cris, prazer em conhece-lo e a sua coleção também. Sei que gosto é algo particular, individual e não existe uma lista de pre-requisitos para os perfumes. Percebi que existe um Kouros entre os seus preciosos, que surpresa! Você é possuidor de preferências olfativas inusitadas, parabéns.
    Um abraço,
    Thais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais, vc pode achar estranho, mas um dos meus critérios para escolher um perfume é exatamente a estranheza que ele me causa. Foi assim com The Dreamer, Rive Gauche e Kouros. Bjs e obrigado!

      Excluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover