COMO SABER SE UM PERFUME É BOM ? Dicas de perfumista

Sexta-feira, dia de trazermos convidados para juntos conversarmos no Village Beauté. Hoje será um pouco diferente. O perfumista Christophe Laudamiel, químico premiado e nariz treinado por importantes casas de essências e por perfumistas como Pierre Bourdon (de Dolce Vita, Kouros, Joop Homme), Carlos Benaim (de Jasmin Noir, Red Door Aura, e outros) e Sophia Grojsman (do White Diamonds. Bvlgari pour femme, Eternity, e outros), por exemplo. 

Christophe Laudamiel - Perfumista

Você já cheirou e usou perfumes criados por ele, pois trabalhou junto com criadores importantes! Já sentiu Ralph Loren Polo Blue? Tommy Girl deodorant? Happy Heart da Clinique? Estes e outros estão em sua lista de co-produção.  Ainda não tive o prazer de entrevistá-lo diretamente, mas vocês aceitam ler parte de uma entrevista onde ele conta 

Como julgar a qualidade de uma fragrância?


Como você julga a qualidade de uma fragrância?

Christophe Laudamiel:

Então, é pelo cheiro, claro, que nós vemos como uma fragrância foi construída.  Em meio às fragrâncias sabemos se foi feito para aplicar sobre a pele, para shampoo, para ambientes. É possível ver uma estrutura na fragrância, especialmente se você está acostumado a cheirar. Algumas estruturas são muito interessantes, outras se repetem de vez em quando.
Para mim é um critério de qualidade quando alguém inventa uma nova estrutura que se torna algo muito interessante. Quando eu sinto um perfume e digo “Ah, mas isso eu já vi tantas vezes! Aí falo: “Tudo bem, não há nada de especial nele.” Às vezes eu vejo algo muito direto como uma rosa, uma banana ou qualquer outra coisa, mas é muito bem feito e agradável. Isso é sempre muito interessante. Ou ainda sentir algo muito complexo. Então este é outro critério de qualidade – quando você vê diferentes facetas de um perfume dançarem Juntas, como em um quebra-cabeça (...)
 Se você sabe um pouco dos ingredientes dos perfumes você pode perceber que em algumas fragrâncias um ingrediente de muito boa qualidade foi desperdiçado, e em outras fragrâncias você consegue sentir que a qualidade dos cheiros dos ingredientes utilizados são muito baratos. Eles muitas vezes parecem que cheiram diluído, ou perdem o frescor ou ainda não têm nitidez. Estes critérios são importantes índices de qualidade.
Depois ainda há o know how do perfumista, o saber fazer algo que fique em sua pele, que dure por muito tempo. E há um monte de perfumes que entram em colapso 1 ou 2 horas depois que você os aplicou.
A fixação é o limiar que faz a diferença entre uma fragrância boa e uma que não é tão boa.
Agora, para conhecer a originalidade de uma estrutura e a qualidade de um ingrediente é claro que você tem que ter uma certa base como consumidor para saber o que já existe e para poder perceber a diferença. Por exemplo:Para saber a diferença entre os diferentes tipos de café, os diferentes vinhos, os diferentes tipos de outros alimentos você tem que comparar muitos e aí você vai começar a ver como tudo, de repente, cheira muito chato, muito repetitivo, certos perfumes cheiram muito diluído e alguns outros cheiram muito interessante!
CHRISTOPHE LAUDAMIEL E OS PERFUMES
Christophe Laudamiel em entrevista sobre a qualidade das fragrâncias.

Cheiros@s, peguem o caderno e anotem aí as dicas do Perfumista Professor Christophe Laudamiel:

Perfume com qualidade, segundo ele, têm estas características:

* perfume bom não se confunde com cheiro de produto para cabelo, casa, etc; (concordo)
* perfume bom é inovador; (sim, deve mostrar a inteligência do perfumista!)
* têm várias facetas que dançam juntas (o que chamamos aqui no Village Beauté de evolução. Certos perfumes parecem ser samba de uma nota só, outros são verdadeiras sinfonias!);
*têm ingredientes que não cheiram comum, não cheiram como se estivessem diluídos, indefinidos e sem frescor; (bah, a nossa principal crítica aos lançamentos tem sido esta!)
* perfumes bons fixam! (isso aí, Christophe, estamos juntos!)
* perfumes bons mostram que são inovadores, não cheiram iguais a tantos outros! (yes!)

Por fim mais uma dica preciosa:  cheire muito, conheça mais ainda! Forme a sua própria memória olfativa para poder aguçar os seus sentidos. Eu cheiro o dia inteiro todos os dias! :) #amordefine

Amei ler esta entrevista, espero que tenham gostado. E sabem o que me deixou bem feliz? Que apesar de ser uma leiga amante dos perfumes (mas que estuda prá caramba) muito do que conversamos aqui bate com as propostas de Doutores (como Christophe) no tema. Bom (e seguro) saber que estamos trilhando um caminho coerente, não é mesmo?

E você, o que acrescentaria nesta Lista de critérios para definir a qualidade de um perfume?

Fontes:
* Para saber mais, continue a ler a entrevista aqui  no Big Think
* Imagens de NY Times e Dacciccool


 Abraços perfumados! :) me acompanhe no Instagram Facebook


9 comentários :

  1. Amei o post, Dâmaris! Seu blog é único, sabia? Ele me traz tanto conhecimento. Aprendo muito contigo. Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .... posso te dar um abraço de obrigada? E eu aprendo muito contigo, Van, teu bom humor e leveza são ímpares! bj

      Excluir
  2. Que lindo ficou a página do blog com esses frascos pequetitos ao meu lado direito??? Um doce, assim fico vagando no mundo dos perfumes...amei Dâmaris!!!!!!
    E quanto ao post.....só você mesmo para me dar essa aula todas às vezes que entro aqui...um aprendizado constante, preciso comprar um caderno de 400 folhas e uma bela caneta para anotar essas 1.000 informações diárias, rsrs.
    Vou fazer melhor.....estarei atenta aqui e voltarei varias vezes neste post quando a dúvida pairar em meu coração.....

    Um beijo carinhoso
    Malú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou bonitinho, né Malú! Não ficou perfeito, pois não sei mecher nestas coisas rsrs... mas deu um colorido a mais ao blog!

      Que bom que gostou desta coluna! Procurarei fazer mais vezes!

      bjos querida

      Excluir
  3. Oi Dâmaris!!!
    Adorei o post.
    Quero há muito tempo te falar que tenho comprado meus perfumes
    baseada nas tuas dicas valiosíssimas. Amo patchouly.
    Beijos e gratidão pela tua dedicação... ão ão ão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, li seu comentário mas somente agora estou conseguindo responder...quero dizer que fico muito feliz quando vocês se manifestam e que acabam por relatar fatos que atestam: vale a pena fazer o blog!

      Obrigada por teu carinho em escrever.

      bjos e abraços perfumados

      Excluir
  4. Dâmaris,adorei a entrevista! Não conhecia este perfumista, apesar de conhecer várias fragrâncias em que ele foi co-autor. Concordo completamente. Mesmo sendo uma reles iniciante "no ramo" de tentar perceber entalhes das notas, sei que tenho um lonnngo caminho a percorrer.
    Delícia saber isso..é como ser um amante de livros e ter um calhamaço de 3000 páginas para ler. O que é assustador para a maioria me é desafiante e acalentador, por saber que você pode ler devagar sem ter pressa - ou temer - terminar alguma coisa que adora. Perfumaria é parecido, pelo menos eu estou levando nesse ponto.
    Adorei, espero posts parecidos, com essas entrevistas interessantes!
    Bjss de K-Pax

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como um livro interminável, Carla.... um prazeroso aprendizado! bjss

      Excluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover