RESENHA PERFUME CHANEL N °5 EAU PREMIÈRE

Mítico. Top de vendas e comentários. O clássico Chanel N °5 tem, há décadas, seu nome gravado na na memória afeto-olfativa de muita gente. É o cheiro inusitado, o escolhido por aquela que queria romper tradições e pôr a mulher em outro patamar - o da autonomia e liberdade.  Décadas depois, mais precisamente em 2007, Chanel desejou dialogar com a nova geração: as filhas e netas daquelas que usavam o imponente perfume N °5.


CHANEL 5 EAU PREMIÈRE REVIEW
Frasco do Perfume Chanel N °5 Eau Première.
 Nesta ânsia Chanel ajustou perfumes, roupas e acessórios. Componentes históricos passaram a harmonizar com outros materiais, formas, cores e odores mais contemporâneos. Nasceu Chanel N °5 Eau Première, assinado por Jacques Polge. 

Chanel N °5 Eau Première
A jovem Chanel do séc XXI PERFUMA-SE com a elegância de um bouquet de rosas embebidas em óleo da casca de laranja. Transita pelos caminhos de seus antepassados, como se uma névoa atalcada fosse sua aura. Ganha a sensualidade de ylang-ylang ainda não totalmente amadurecidos e adormece com todas essas flores sobre uma base levemente abaunilhada, mas nada gourmand.

Chanel observa a coleção primavera-verão do mesmo ano em que foi lançado o Eau Première e consegue ver em uso muitos elementos de sua predileção. Assim como podemos observar nestas fotos que há uma assinatura Chanel em todas as roupas, no Eau Première vemos um floral atalcado abaunilhado com ares retrô, com contornos do EDP Chanel N °5.
COLEÇÃO DE ROUPAS CHANEL
Elementos CHANEL na coleção Primavera-verão de 2007, ano de lançamento do perfume



Floral elegantíssimo que traz em seus traços a sensação e o reconhecimento daquele número 5, mas se apresenta como uma confortável névoa floral atalcada-vanílica. 

Projeção intensa, fixação idem. De bom uso para qualquer estação, por homens e mulheres. Admiro o Chanel N °5, mas não consigo "vesti-lo", por isso meu apaixonamento pelo Eau première e sua contemporaneidade.

Abraços perfumados.

9 comentários :

  1. Apesar de ser um clássico e você já sabe o quanto eu aprecio um bom clássico....este senhorio nr. 5, nunca tocou meu coração e o arrebatou. Mas alguns outros da marca como Allure e Chance, são verdadeiras jóias. Este me atiçou a curiosidade, vou ter que encontrá-lo em alguma loja física para dar uma cheiradinha...quem sabe ele mais jovial, seja arrebatador para mim?
    Beijo querida
    Malú

    ResponderExcluir
  2. Querida Dâmaris,
    adoraria tecer comentários sobre este ícone da perfumaria de luxo, mas infelizmente não o conheço. Por isto sinto-me satisfeita quando alguém gabaritada como você o faz de uma forma tão completa e encantadora, como são todos os seus posts!
    obrigada por fazer presente com palavras algo tão distante da minha realidade (ainda).
    beijos querida!
    tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  3. Lindíssimo ele! E muito usável. Nº 5 revisitado and modernizado.

    ResponderExcluir
  4. Tenho o clássico n.5 que amo de paixão. Acho que é o perfume que vai atravessar vários séculos e continuará sendo amado. É muito diferente da mesmice que temos hoje em dia e por isso tão especial. Quando uso me sinto nas nuvens. Experimentei também o Premiere e achei muito bom, mais leve, mais usual, mas achei com menos longevidade. Uma ótima proposta para quem não consegue usar o Antecessor.bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, Edna.... Première é uma versão contemporânea do 5 mítico. bjs

      Excluir
  5. Dâ, no nosso encontro não consegui provar o teu Premiére porque meu olfato já não distinguia mais cheiro nehum, tamanho banho de perfume que tomei, hehe, mas ainda assim dei uma leve cheiradinha e me agradei dele e que vidro lindão!! Recentemente provei o Allure EDT e não gostei (do tal dry down), mas não tinha o EDP para eu experimentar. O Premiére tem semelhança com esses? Qual deles preferes?beijos
    Raquel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi uma festança olfativa mesmo, Raquel... cheguei em casa com um rastro que deu até dó tomar banho. Vejo uma mesma assinatura nos chanelitos, mas entre Allure Edt, Edp e Première - sem sombra de dúvida e sem medo de erra: première ganha em vários aspectos.

      O Allure tradicional é gostoso, mas dependendo da estação ele me dá forte dor de cabeça. Tenho que guardar para usar só nas estações mais frias e pouquinho. O Première não - é sofisticado e, ao mesmo tempo, pode se tornar uma assinatura olfativa, daqueles perfumes que usamos o tempo todo. Um retrô com toques modernos. bjss

      Excluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover