RESENHA DO PERFUME FEMME INDIVIDUELLE DA MONT BLANC

Ao escolher o perfume do dia me deparei com este belo, moderno e meio andrógino frasco. Tirei da caixa, livrei-o da tampa e borrifei em minha pele as últimas gotas. À medida em que o cheiro se espalhava pelo ar voltei no tempo, mais precisamente ao ano de 2005, quando o conheci. Naquela época procurava um perfume oriental para o verão, que fosse feminino e deixasse bom rastro. Encontrei em Femme Individuelle todas essas características. Foi paixão à primeira aspirada e até hoje ele me provoca a sensação de ser: perfume feminino altamente sedutor. Naquela época ele era muito original, na Perfumaria; mas desde aquele ano a indústria dos perfumes investiu em muitas fragrâncias com as mesmas características de F.I.. O resultado? Bom, algumas pessoas quando sentem  hoje Femme Individuelle talvez o achem comum e parecido com tantos outros, mas destaco: ele é de 2004, foi único em sua criação, original e... criou uma tendência. É preciso contextualizar a proposta de uma fragrância.
FEMME INDIVIDUELLE DA MONT BLANC.
Frasco "andrógino" do perfume Femme Individuelle da Mont Blanc

Apesar de a marca divulgá-lo como sendo oriental, frutal e amadeirado, creio que muitos concordarão comigo que "não parece ser amadeirado!". Diria que Femme Individuelle fica de uma família olfativa frutal floral oriental. Frutas vermelhas como groselha fresca, doce e azeda ao mesmo tempo, ganham a companhia de um bouquet de rosas cor-de-rosa frescas, geladinhas e orvalhadas. Como essa mistura cai bem! Para não parecer tão inocente,  Montblanc, através do perfumista Michel Almairac, polvilha pimenta rosa neste cheiro...e torna Femme Individuelle fresco, doce, azedo e picante - tudo a um mesmo tempo. E não mais que de repente, Femme Individuelle surpreende : ele fica levemente canforado, quase medicinal. Como se tivesse menta e eucalipto (?) junto. Novamente notas e sensações antagônicas orquestradas a um mesmo instante. E é esse aspecto que, imagino, faz com que ele ganhe a classificação amadeirado, pois a "cânfora" é uma seiva extraída de uma árvore pertencente ao mesmo gênero da canela. É o patchouli medicinal que também aparece em um outro perfume, mas da Dior.

E nessa delícia perigosa.. Espere aí: perigosa? Sim, só consigo usar este perfume no verão. No inverno ele desanda, ele deseja temperaturas mais quentes para funcionar melhor, em minha pele. Pois bem... por horas e horas ele se mostra assim, mulher adolescente ainda em fase de definição, quando ganha ares chiquetosos e quase chanelísticos! Um patchouli não terroso como em Chanel aparece mais intenso incrementando a já gostosa composição. Femme Individuelle, em mim, não mostra a baunilha, o musk, o âmbar ou a flor de lótus, mas ainda assim é por mim admirado, pois:

poucos perfumes com temperos ficam aceitáveis para serem usados em tórridos dias. Sua composição diversificada chama a atenção: doce e azedo, fresco e quente.
FEMME INDIVIDUELLE NO VILLAGE BEAUTÉ
Propaganda Femme Individuelle



O conjunto frasco e cheiro me fazem pensar em Femme Individuelle como sendo aquela jovem mulher recém formada, que se lança no mercado de trabalho ainda construindo sua identidade profissional. Ora menina doce, ora destemida e afirmativa; ora cor-de-rosa em vestido fluido, noutro momento sob elegante tailleur

Fixação: 10 horas, ótima para um Eau de Toilette
Composição: original
Evolução: 2 fases bem percebidas.
Proposta: inovadora para a época. Criou tendência: perfume oriental fresco.
Projeção: alta por 2, 3 horas.
Nota: 9,0

Depois dele tivemos: Miracle Forever, Elle, Midnight Poison, Legend, Midnight Rose, por exemplo.

Femme Individuelle foi o segundo perfume feminino lançado pela casa Mont Blanc.  O primeiro foi o Femme, do frasco roxo lembrando o corte de um diamante e cheiro achocolatado (2002), F.I. em 2004, Presence D`une Femme, pêssego amadeirado em 2006, e o Legend, lançado em 2012 (review aqui). De todos, o que mais gosto é mesmo o Femme Individuelle, seguido do Femme . 
RESENHA DO PERFUME FEMME INDIVIDUELLE
Perfumes femininos da Mont Blanc
E você, gosta dos perfumes Mont Blanc?

Abraços perfumados e gratos pelo carinho <3

Post Relacionado:
* Confira a resenha de outro perfume em que o aspecto medicinal canforado também aparece - Resenha do Perfume Midnight Poison

20 comentários :

  1. Que bom ver tua inspiração tão doce, sublime e perfeita de volta .....e eu fiquei babando por essa belezura aí, pois fiz minha primeira compra errada! Ao invés desse, escolhi o Femme do líquido lilás (que não consigo usar de jeito nenhum!). Comprei encantada pelo frasco....coisas dos amantes dos perfumes....e esse assim como o J'adore, estão quietinhos lá....no meu recanto de amor,
    E a moça loira de olhos azuis "sou eu", rsrs....não tão jovem como a que está aí....mas sou menina doce, destemida, afirmativa, cor-de-rosa, mas já feita mulher (com todos os sonhos de menina, ainda pulsando fortemente em meu coração!).....acredito que em todas as mulheres, não é minha Dâmaris querida?

    Beijo querida.....seja uma quarta doce, envolvida com o mais puro amor dos seus queridos.
    Malú

    ResponderExcluir
  2. Sou como tu: prefiro não me perceber "pronta e acabada", mas em constante aprendizagem sempre, Malú. Que os sonhos de menina mulher permaneçam sempre, apesar dos fios prateados! ;) bjoks querida e obrigada pela presença carinhosa.

    ResponderExcluir
  3. Amo todos os Mont Blanc, especialmente o Femme Individuelle, o meu também está agonizando, estou guardando as últimas gotas como tesouro até comprar outro frasco!Perfeito demais o Individiduelle e estará eternamente entre meu top 5!!!Parabéns, Dâmaris, bela resenha, descreveu o FI tal qual ele é!!!Bjs...
    Fabiana Cardoso

    ResponderExcluir
  4. Nossa estava com saudades de vir aqui, fazia um tempinho que não dava o "cheiro" da minha graça no site hahaha!

    Minha querida Dâmaris, vou ser "obrigado" a experimentar novamente o Femme!

    Confesso que nas duas vezes que tentei usar este perfume não tive uma experiência boa, não gostei muito, este aspecto "canforado" não me agradou mas ainda assim considero o Femme um "perfumão de respeito", ele é bem diferente e diria até excêntrico, não conheço uma fragrância igual a este perfume e reconheço o seu grande sucesso! Infelizmente ainda não casou com a minha pele...

    Mas, assim como vários perfumes que eu não gostava e hoje os amo incondicionalmente, vou tentar mais uma vez o Femme e irei aprecia-lo com mais calma e delicadeza, vai que o Femme entra pro meu time de perfumes favoritos, nunca se sabe não é mesmo?! Sempre há espaço para novos cheiros! rsrsrs

    Um excelente dia para todos!

    Beijos, Thiago.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido, sentia saudades suas.

      Femme Individuelle em breve será um clássico da Perfumaria, creio eu. Sua ousadia lançou tendência. Procure experimentá-lo uma vez mais em outras estações, de repente a temperatura diferente altere o andamento dele em tua pele!

      Obrigada.

      bjos

      Excluir
  5. Gosto demais deste perfume. Já usei 3 frascos. Hoje não tenho mais, mas terei ainda um de 30ml para o verão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monikita querida! <3 <3 como lhe disse no face, são pouquíssimos os perfumes veranis que fogem do comum "suco de fruta"! Oriental chic esse nosso FI, não é? bjs

      Excluir
  6. Depois dessa resenha vou ter que experimentar de novo.

    ResponderExcluir
  7. Descreveu mto bem! Apesar de eu nunca ter casado muito com ele justamente pela ousadia no patchouli a la chanel, que me da uma pontada na cabeça na hora e depois se transforma numa bela enxaqueca (apesar de amar alguns da chanel, infelizmente tb me dao isso as vezes, snif!). Nao sei pq com o femme isso foi mais forte, talvez pela combinacao com a canfora... Mas reconheco que foi um perfume único na epoca, lembro do alvoroço na app do orkut com ele, rs, e indico ele ate hj pra algumas pessoas.
    A contextualizaçao com a mulher recém-formada foi perfeita! É exatamente pra amigas q estão meio q nessa fase que eu indico, ate pq é o tipo de perfume que mais gostam em geral nessa faixa etária dos 20 e poucos anos, ate pra "balada" tb, os chypres e florais-frutais amadeirados bombam!
    Engracado q apesar do apimentado dele ser perceptível, nunca o associei ao grupo oriental, sempre achei q fosse um chypre floral... Ate pq tb nao senti nele o ambar, musk ou baunilha... Cada dia aprendendo algo novo nesse mundo perfumistico! Rs
    Bjos querida!!! Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boas lembranças tempos dos áureos tempos do orkut.... F.I. causou correria mesmo. Fiquei feliz com teu comentário, Keroleen! <3

      bjs e abraços perfumados

      Excluir
  8. Comprei há alguns meses, usei 1 vez e depois ele ficou encostadinho, até que resolvi há alguns dias me desfazer dele. Mas como ele ainda está por aqui e depois de ler essa sua resenha maravilhosa, acho que vou repensar, Dâmaris. Vou segurá-lo até o tempo esquentar um pouco e tentar namorá-lo de novo. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E esse verão que não chega, né Angela.... ainda tem feito um pouco de frio nessa primavera preguiçosa. ;) bjoks

      Excluir
  9. Sempre vi esse perfume mais como um chypre floral, família da qual não sou grande fã. Provei esse bonito algumas vezes e não rolou. Não sei se foi o patchouli ou o canforado que mais me incomodou. Preciso prová-lo de novo, até porque hoje em dia eu ando curtindo muito a vibe da cânfora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dependendo da temperatura ele desanda, Vanessíssima..... experimente-o em circunstâncias diferentes! Quem sabe? bjs

      Excluir
  10. Nossa, nunca o senti, mas tbm nunca dei mta bola pra ele, em sites de perfumes, em lojas físicas etc... Mas com esta sua resenha fiquei curiosíssima! Algo q fica bom no verão e não é cítrico nem aquático, td de bom, vivo procurando perfumes pro verão! rsrsrs
    E adorei a parte do "Ora menina doce, ora destemida e afirmativa; ora cor-de-rosa em vestido fluido, noutro momento sob elegante tailleur." rsrsrs, me identifiquei!

    Renata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;) tbém tenho dificuldades com perfumes para o verão, Renata... cítricos e muito aquáticos não são a minha praia! Qdo conheceres venha me contar o que achaste? bjs

      Excluir
  11. Ai, venho sim! Não o encontrei na minha cidade ainda, mas quem sabe qdo for for para o litoral, rsrs. Pois é, eu até tento, mas não consigo usar os mesmos q usei no inverno... Acabam incomodando um pouco. Em noites mais amenas, talvez, mas mesmo assim... rsrs. Bjs perfumados e parabéns por estas resenhas q nos fazem querer conhecer de perto certas fragrâncias.

    Renata

    ResponderExcluir
  12. Como as demais colegas perfumadas, depois dessa resenha vou experimentá-lo novamente... sou como a que citou acima, que o percebe muito forte, beirando uma dorzinha de cabeça. Ou percebia, né? Nosso olfato realmente muda muito (amadurece?), tal qual o paladar... Por exemplo, amei muito intensamente e por muito tempo o Presence, e depois de alguns anos voltei a senti-lo e não casou bem com a minha pele, ou meu gosto mudou...
    um "xêro" p vc!

    ResponderExcluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover