ANDREA EM MEU PRIMEIRO PERFUME

O Village Beauté nasceu há pouco mais de 2 anos e nesse tempo tenho tido uma oportunidade que me é tão rica e emocionante que faltam palavras para descrevê-la. O que consigo dizer é que por meio destes textos e fotos que publico nessa nossa vila chego às pessoas e elas vêm até aqui e marcam a história. Gente que conheço só o primeiro nome, gente que escreve de um jeito que toca, gente que acredita, gente que chora junto, se indigna, surpreende e alegra. E tem uma menina que tem uma intensidade incrível com as suas palavras....e sempre que comenta aqui nos posts ela emociona ou a mim ou a pessoa com quem está a dialogar. Ela é Andrea, a convidada de hoje para falar sobre Meu Primeiro Perfume.


ANDREA EM MEU PRIMEIRO PERFUME
Frascos dos primeiros cheiros

Quando recebi esse convite da minha querida Dâmaris, automaticamente me veio à mente “primeiro cheiro”, e não necessariamente “meu primeiro perfume”. É engraçado, porque cheiros nos remetem a muitas coisas, principalmente lembranças de pessoas, momentos, lugares, e uma infinidade de sentimentos. Então vamos lá: as memórias mais intensas que tenho sobre aromas, me levam até minha tenra infância, na qual vejo minha avó materna, no pouco tempo que desfrutei de sua companhia, recém-saída do banho e passando o creme Rugol nas pernas (sim, por mais estranho q pareça ela passava um antirrugas nas pernas, dizia que ficavam mais bonitas), e o Ponds no rosto (acho que os dois cremes foram descontinuados, não tenho certeza). Pronto, que cheirinho mais delicioso! Não precisava de perfume algum, era o cheiro da MINHA avó!
Segunda etapa: pulo agora para a cama dos meus pais, onde vejo minha mãe se arrumando para ir trabalhar. Logo vem a escolha da roupa, o cabelo, maquiagem... e então ela pega aquele frasco etéreo, com um líquido meio amarelado, e vira delicadamente em cada lado do pescoço. E aí a mágica se inicia: o cheiro invade todo o quarto, e em seguida os cômodos por onde ela passa, e eu inebriada pensava: “como minha mãe é linda, chique e cheirosa”! Sei que o perfume é o Hits, da L’acqua di Fiori, e que ainda é produzido, mas não me causa a mesma sensação hoje em dia, a não ser pela gostosa lembrança.
Passemos então para a minha experiência perfumística. Tudo começou no meu niver de 11 anos, no qual ganhei uma festinha dos meus pais, feita para a família e os amiguinhos mais próximos. Fui presenteada com exatamente 11 perfumes... pois é, pense no meu delírio! Ficando “mocinha” e tendo tantos aromas diferentes para usar... hj entendo a minha necessidade de ter tantos perfumes e não ser fiel a nenhum. Rá! Ganhei vários kits, com caixinhas fofas que guardo até hj... sim, tenho tendência a ser acumuladora também J. Os que mais me marcaram foram o Angelical Touch (do Boticário) e o Maçã Verde (da Água de Cheiro, que era uma delíííícia e infelizmente foi descontinuado). Depois, na minha adolescência, como toda menina daquela época, fui alucinada pelo Thaty e seu líquido azul, e confesso que gosto bastante dele até hoje. Pra mim tem cheiro de “tomei banho e to pronta pra dormir”.
Em seguida vieram o Mamãe e Bebê da Natura, o Absinto da Água de Cheiro (não aguento nem chegar perto), e depois me dá um “branco” (juro que não lembro o que mais eu usei) até chegar no dia do meu casamento, em 2008

Comprei um perfume que achei maravilhoso e bem adequado à ocasião. Só que o mais curioso é que já procurei por ele várias vezes, em várias lojas e as vendedoras me olham como se eu fosse louca, ou como se esse perfume nunca tivesse existido. É o Love at First Glow by Jennifer Lopez. Tenho meio frasco guardado, porque tenho dó de usar e acabar, afinal é o cheiro do MEU casamento, um dos dias mais importantes da minha vida. Quando destampo o frasco consigo até me sentir com o vestido de noiva novamente...
LOVE AT FIRST GLOW JENNIFER LOPEZ
O perfume do casamento de Andrea

Atualmente sou completamente infiel a qualquer perfume e só não tenho mais frascos porque corro o risco do meu marido me internar numa clínica de reabilitação. E também acho que me enquadro completamente na categoria “perua” de perfumes

OS PRIMEIROS PERFUMES DE ANDREA
Andréa no Village Beauté
Sou atraída sempre por perfumes fortes, marcantes, que deixam rastro... tudo que algumas pessoas mais detestam....rsrsrsrsr!! Por isso quando leio uma resenha da minha “gurua-mor” Dâmaris e estão lá as palavras “ideal para o inverno”, “use com moderação”, “forte projeção”... com certeza é atrás desses que eu vou!






Andrea, querida, quando recebi o seu texto prendi os olhos na tela até o último ponto de exclamação. Vivi a história e compreendi com-ple-ta-men-te muito do que você escreveu, pois vivo a mes-ma coisa! rsrs
E te digo mais: você acabou de criar mais uma categoria de perfumes: o jeito perua de ser! :) Identificação total com esse conceito. És das minhas: perfume para eu comprar - tenho que sentir bem e por muitas horas ! ;)

Bjo, feliz dia e...tomara que apareça alguém dando dica de perfume parecido com o Love at First Glow da Jennifer Lopez, pq ao que tudo indica ele foi descontinuado. :( Já pensou se há um parecido? Seria bom mesmo...Vamos rumo aos perfumes de perua, então. Obrigada. Com carinho, Dâmaris.

As histórias das paixões pelos perfumes você confere aqui na nossa vila perfumada, o Village Beauté. Vejam quem já passou por aqui.

21 comentários :

  1. Adoro ler estas histórias e acho que o Angelical marcou muita gente, eu Adorava ele que hoje esta no frasco do MaCherie da mesma marca .

    ResponderExcluir
  2. Que delícia, ganhar 11 perfumes de uma vez só! Adorei as lembranças...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que festança perfumística essa, não é Diana? bjs

      Excluir
  3. Também adorei o relato. Não lembro exatamente do meu primeiro frasco, mas sei que usava algo cheirando a talco, muito suave e delicado.
    Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra... que cheiro bom esse! Amo um talquinho. Obrigada! bj

      Excluir
  4. Adorei a história,foi muito gostoso e saudoso ler essa história que me é muito familiar....com certeza mtos se identificaram....pq antes de termos nosso perfumes preferidos,temos nas nossas lembranças nosso cheirinhos de infância,que não necessariamente seja um perfume...Tudo isso retrata uma época tão maravilhosa....linda mesmo,,adorei ler!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom, querida....Os cheiros fazem parte da nossa história mesmo :) bjs

      Excluir
  5. Adorei o relato da Andrea!

    Os cheiros e aromas nos fazem viajar através do tempo. Tão bom poder reviver esses bons momentos!

    Por sinal, achei o Love at First Glow disponível na Fragrancex:

    http://www.fragrancex.com/products/_cid_perfume-am-lid_l-am-sid_lafg17u__products.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;) Obrigada !! Andrea ficará feliz com a notícia! bjs

      Excluir
    2. Obrigada pela dica! Vou dar uma olhada agora mesmo! Bjos!

      Excluir
  6. Déia é uma querida!

    Angelical foi meu primeiro. Ai, que saudade...

    ResponderExcluir
  7. Aaaaiiiii, tô emocionada, sério! Me senti tão importante agora.... Qdo vi o título do post com meu nome comecei a tremer...rsrsrsrs! Dá um medinho escrever para taaaaanta gente ler. Dâmaris, minha querida, mais uma vez te agradeço imensamente o carinho e o convite, amei ter participado e compartilhado um pedacinho da minha vida. Seu trabalho sempre me encantou muito, como bem sabes, por isso é uma honra estar aqui hj. Tudo de melhor nesse mundo pra vc e pra todos aqueles q aqui vem se deliciar com suas resenhas.
    Fique com Deus e um xêro grande!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida menina, do coração amoroso, das palavras fartas, do carinho distribuido gratuitamente...eu que agradeço a oportunidade divina de te conhecer. Retribuo as bençãos. bj, fique com Deus.

      Excluir
  8. Sempre adoro ler as histórias aqui, sexta é o melhor dia, rs
    Andrea, lembro q o Love at First Glow, que troquei com uma amiga no escuro, rs, tinha cheiro de boneca nova ;)
    Não lembro agora de nenhum bem parecido, mas tinha o Flower Princess q fazia a mesma linha dele e um Nanette Lepore, não lembro qual deles, q tb fazia a mesma linha do seu amado ;)
    Obrigada pela história, bjs perfumados de coisas boas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas informações e pelo carinho Cris!

      Excluir
  9. Olá! Mesmo sendo homem, sou mais atraído por perfumes femininos que masculinos, pq acho eles mais agradáveis, de maneira geral. Bom, já ouvi falar muito bem do Love at First Glow e nessa loja tem ele de 50ml. Já comprei nela e fiquei muito satisfeito, inclusive sempre vejo as pessoas elogiando muito, e os perfumes estão no Brasil.

    https://www.perfumessummers.com.br/loja/1/993/love-at-first-glow-feminino-jennifer-lopez.html

    ResponderExcluir
  10. Oi conheci p Blog hj e adorei a história! Parabéns às duas!

    ResponderExcluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover