DICA DE FILME: O IMPOSSÍVEL


E nesse domingo no cinema, a Dica de filme, aqui no Village Beauté, para assistir agarrado a quem você ama é "O impossível". Primeiro apresentarei a sinopse para, logo em seguida, dar a minha opinião sobre ele, ok?
RESENHA DO FILME O IMPOSSÍVEL


Sinopse: O casal Maria (Naomi Watts) e Henry (Ewan McGregor) está aproveitando as férias de inverno na Tailândia junto com os três filhos pequenos. Mas na manhã de 26 de dezembro de 2004, enquanto curtiam aquele paraíso após uma linda noite de Natal, um tsunami de proporções devastadoras atinge o local, arrastando tudo o que encontra pela frente. Separados em dois grupos, a mãe e o filho mais velho vão enfrentar situações desesperadoras para se manterem vivos, enquanto em algum outro lugar, o pai e as duas crianças menores não têm a menor ideia se os outros dois estão vivos. É quando eles começam a viver uma trágica lição de vida, movida pela esperança do reencontro e misturando os mais diversos sentimentos.

A gente já sabe o que vai acontecer. O final é previsível, mas ainda assim o filme prende a nossa atenção, e por alguns aspectos. 

* As manifestações intensas da natureza consomem, pois sobre elas não temos qualquer controle. Não prevemos totalmente, nada podemos fazer para impedir e lutar contra é algo que nos faz pensar: só por milagre. 
* Ficamos pequenos, improdutivos e confusos. E o filme conseguiu mostrar muito bem isso. Por meio de ausências de falas. Fazendo muito uso de ruídos e música. 
* Imagens fortes e violentas conduzem o nosso pensamento, ou melhor, agarram o nosso pensamento aos dos personagens, e tudo o que queremos fazer é ajudar a nadar, soprar o ar, curar as feridas, carregar no colo. Entramos no filme. Ele fala muito conosco. É o tema família. É o tema criança. Desastre. Dor e medo. Quem não ficará tocado por isso?

Filme real. Já sabemos o final, mas por ser bem construído ele nos faz torcer, rir, chorar e querer abraçar os sobreviventes. Mesmo depois de 1 mês ainda ouço os gritos das crianças e agarro os meus filhos pensando: eles precisam saber nadar. Fomos nós quatro assistir ao filme, e talvez por isso ele tenha ficado ainda mais comovente. Já no começo estávamos de mãos dadas e as crianças agarradas em nossos colos; e assim saímos do cinema, ao final, os quatro andando abraçadinhos. E não apenas nós. Notei que a platéia saiu em silêncio, pensativo, e cada um agarrado ao outro. Um cafuné. Um beijo na testa. Um "vem prá cá", pois depois de O Impossível fica mais intensa a mensagem: E se tudo acabar, o que sobrará? Quem somos e quem temos.

Vamos conferir o trailer?T
Você assistiu O Impossível?

Um comentário :

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover