O QUE É PERFUME DE NICHO? E PORQUE EXISTE?

Ilustração de Konstantin Kakanias para Frederic Malle
Ilustração de Konstantin Kakanias para Frederic Malle
Depois que conversamos, em maio, sobre uma marca que deseja circular pela rede dos Perfumes de nicho, alguns comentários surgiram. O que é um perfume de nicho? Por que a perfumaria de nicho existe? São bons? Pois bem, para responder a algumas dessas perguntas convidei Dênis Pagani que gentilmente aceitou o desafio e hoje cá está para conversar conosco sobre:

O que é Perfumaria de nicho?

Perfumaria de nicho é um termo que serve para falar de um modelo de negócio diferente da grande indústria da perfumaria, como Issey Miyake, Kenzo, Nina Ricci. Ao focar em uma fatia menor do mercado, num nicho, marcas como L’Artisan Parfumeur, Heeley, Diptyque, Frédéric Malle, entre muitas outras, podem fazer uma proposta mais surpreendente que se quisessem atingir milhões de consumidores. Para agradar todo mundo é preciso nivelar por baixo, quem visita perfumarias com freqüência percebe que os lançamentos são todos meio parecidos.



perfume etat libre d`orange
Etat Libre d`Orange
Para atingir esse grupo menor não é preciso vender em todos os lugares mas nos lugares certos: talvez uma loja própria ou nem isso, algumas lojas de departamento selecionadas, lojas especializadas em perfumes de nicho e pronto. Ou seja, além de possibilidade criativa, estamos falando também de exclusividade: você vai ter um perfume que pouca gente tem, talvez ninguém tenha ouvido falar do Etat Libre d’Orange... 

Com exclusividade você atiça o desejo, gente como eu e você que fica meio louca atrás de alguém que tem aquele Serge Lutens que só se pode cheirar em UMA loja no mundo. Muitas casas não fazem propaganda, contam mais com o boca a boca e um bom conceito como divulgação. O Olfactive Studio, que falei semana passada, pede ao perfumista que crie a partir de uma foto e do nome que vai ser dado.
AUTOPORTRAIT OLFACTIVE STUDIO
Foto para o perfume Autoportrait da Olfactive Studio

Economizando na distribuição e na propaganda vem o pulo do gato -- sobra dinheiro para investir na fórmula do perfume, como matérias primas naturais de excelente qualidade e sintéticos de ponta. Isso garante que o resultado final vai ser bom? Não. Se você misturar chocolate belga com o melhor bacalhau da Noruega vai criar um desastre caro. Assim como existe perfume da grande indústria que é uma obra prima (Bulgari Black!), existe perfume de nicho ruim ou igual a todos os outros. Mas comparando com uma indústria que quer a fórmula mais barata com a maior venda possível (que é igual a muita propaganda, maior distribuição, ou seja, custos que vão cortar a fórmula), é uma vantagem.Além de estreitar a distribuição, outro jeito de focar num mercado menor é aumentar o preço. Então são sempre perfumes mais caros? Não. O Etat Libre d’Orange vende Jasmin et Cigarette, um perfume que cheira como um galho de jasmim florido em cima de um cinzeiro, a 69 euros (R$204 no momento da escrita, e subindo). Mas o céu é o limite, um Jubilation XXV, de Amouage, custa 250 dólares (R$562), ambos num frasco de 50 ml.Tem gente que faz mil distinções, diz que perfume de marca de roupa não é de nicho. Mas a marca de roupa japonesa Comme des Garçons lança perfumes de distribuição restrita, com conceitos de vanguarda. Um exemplo é Avignon, que tem o cheiro do incenso da missa católica. A linha Les Exclusifs de Chanel também tem distribuição menor mas olha para o passado: parte dela é de perfumes clássicos da marca que foram relançados. No fundo acho besteira essa discussão. Se for ou não for, o que isso acrescenta para a conversa? Gosto de categorias que ajudam a entender melhor o assunto ou quando a diferença entre elas é radical. Não é o caso.
E porque é quase impossível encontrar perfumes de nicho no Brasil? A resposta que coça a língua é “por causa dos impostos” -- mas acho mesmo é que alguém está dormindo no ponto. Claro que vai custar muito caro, as taxas de importação são enormes, eu iria na loja só para experimentar e bater papo. Mas se existem compradores para Louis Vuitton -- original -- a preços de Brasil, e é claro que esse consumidor pode comprar em qualquer lugar do mundo, existem compradores para perfumes de nicho mesmo que fora de preço. Alô, empresários! Abram multimarcas de perfumaria de nicho com excelentes vendedores, treinem eles muito bem, façam a coisa direito. Perfume de nicho, mais que os de grande mercado, tem uma história por trás, e nada melhor do que ser muito bem apresentado a ela. Essa loja vai ter que ser num shopping mas paciência. E podem me chamar para fazer a curadoria de marca
s.
Dênis Pagani, autor do Blog 1 nariz.

Obrigada, Dênis, pela atenção em escrever para o Village Beauté sobre este tema.

Particularmente - conheço poucos, minha opinião sobre eles é ainda primária.
E você - conhece perfumes de nicho? Qual é a sua opinião sobre a existência deles?

14 comentários :

  1. Interessante demais. Eu entendo que o mercado seria restrito como é o mercado de luxo, mas que ele existe, existe. Eu não conheço perfumes que não sejam esses "comerciais", mas já ando cansada mesmo de ver "mais do mesmo" em tudo que é marca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso aí, Mulher, a comparação faz sentido. mas do jeito que os perfumes estão caros em todo lugar nem sempre o preço vai ser mais alto. Não sei de onde você escreve, a Chanel tem essa linha Les Exclusifs em S. Paulo e no Rio, se não me engano, é um jeito de se aproximar.

      Excluir
    2. E queremos criatividade, não é Lu? bjs

      Excluir
  2. Poxa! Sinceramente, não sabia disso, foi uma surpresa muito grande, desculpe minha falta de saber...mas é novidade isso para mim. Apesar da paixão que tenho por perfumes, já tinha ouvido falar em Nicho, mas nunca fui saber o que é (achava que era como coisa velha, rsrs)! Não temos que saber de tudo, não é mesmo? Mas, vi muitas reportagens sobre lojas que fazem o perfume na hora para a pessoa, inclusive a Vic da Beauté, tinha mostrado em um post sobre uma loja que ela foi e criou sua fragância na hora.
    Agradeço ao VB, por ter me dado essa "aula do saber", e a Dênis Pagani também. Ganhei o dia!
    Um beijo excelente semana para vocês.
    Malú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malú, obrigado!

      coisa velha está é o que a turma chama de vintage, ou seja, perfume antigo. eles são uma chance de conhecer matérias primas que não se usa mais.

      A Vic tem alguns posts sobre perfumes de nicho, é verdade. um beijo

      Excluir
    2. Obrigada, querida Malú...muito bom o texto do Dênis, realmente! :) bjs

      Excluir
  3. Uma coisa que me irrita são os nichólatras. Sabe aquele povo que é puxa-saco de nicho só porque é nicho e acha que todo o resto não presta? Por aí. No mais, Dênis arrasa como sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Vanessíssima....então são os nichólatras! rsrs Não apenas referente aos nichos, mas o povo que não dialoga com todas as possibilidades de bons perfumes são chatinhos mesmo. Rsrs. Não é por ser nicho, marca A, país A que a qualidade virá como consequência. Precisamos ser inteligentes em nossa avaliação, certamente. Bj

      Excluir
  4. Dâmaris, obrigado pelo convite! espero ter esclarecido as principais dúvidas, vou dar uma vigiada nesse post para não perder nenhum comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querido! certamente o povo do VB aparecerá com mais comentários e questionamentos. Obrigada pelo carinho da atenção.

      Excluir
  5. Essa minha amiga é tão culta! ^^

    Adorei o post. Amo entender mais sobre as coisas, até mesmo para ter um bom papo, algo interessante para falar e poder discutir sobre tudo um pouco. Adorei o post!

    Beijo grande, Dâmaris.

    ResponderExcluir
  6. Depois que você prova um perfume de nicho não quer usar outra coisa. Hoje uso alguns poucos designers que realmente são primorosos: Chanel, Hèrmes, Cartier etc. Foi um excelente perfume de nicho que mudou meu conceito sobre rosas em perfume masculino: Rose 31 de Le Labo. Na verdade é um compartilhado. Amei esse perfume a primeira vista. Ainda está na minha lista pois custa em média R$ 800,00 um frasco de 100ml. Os perfumes dessa casa são feitos de forma bem artesanal. Você chega no atelier e escolhe que nota principal quer e eles fazem na hora num frasco tipo farmaceutico personalizado com o seu nome. Creed, Serge Lutens, Tom Ford e Bond n.9.
    Uma vez que você prova o melhor não se contenta mais com o que é bom ou mediano.

    ResponderExcluir
  7. Já havia ouvido o termo Nicho de mercado, mas ele voltado para a perfumaria é algo novo para mim.
    Achei muito interessante, principalmente para quem deseja algo diferente.. que não se popularize..

    Adorei o texto..

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu, particularmente, gosto de nicho. Como sou pobre (rs), considero nicho perfumes diferentes, não como exclusividade, mas como perfume de verdade, com projeção e fixação fora da realidade nacional, por falta de investimentos. São casas especializadas, como Caron, Annick Goutal, entre outras...

    Abraços

    Gostei do post, aprendi bastante.

    : )

    ResponderExcluir

O Blog Village Beauté está com suas atividades suspensas.

Grata pela compreensão.

Pin It button on image hover